Comércio varejista da capital apoia transferência dos artesãos para espaços exclusivos

Apoio ao Comércio

O comércio varejista da capital mineira, representado pela Câmara de Dirigentes Lojistas de Belo Horizonte (CDL/BH), apoia e comemora a decisão do prefeito de Belo Horizonte, Marcio Lacerda, de determinar espaços exclusivos para o exercício das atividades dos artesãos, por se tratar de uma reinvindicação antiga da Entidade e do setor.
 
A CDL/BH ressalta a importância da produção artística e cultural para a sociedade, que merece respeito e aplauso, mas entende que os artesãos, assim como os camelôs merecem dignidade.
 
Além disso, no meio dos artesãos estavam inseridas dezenas de pessoas, que sob o mesmo título, comercializavam produtos industrializados, concorrendo com os legítimos artesãos. Ou seja, eram novamente os camelôs, realocados para os shoppings populares através do Código de Posturas, ocupando o espaço público e concorrendo de forma desleal com o comércio que paga impostos e gera empregos, além de gerarem transtornos à mobilidade como o direito de ir e vir das pessoas.

Notícias Recentes

Gasolina e energia têm maiores altas
22/06/2018 -
Leia as principais notícias desta sexta-feira, 22 de junho.
Banco Central mantém Selic a 6,5% e cita recuperação "mais gradual"
21/06/2018 -
Leia as principais notícias desta quinta-feira, 21 de junho.

Seja um Associado »

Nossos Produtos

Enriquecimento de Banco de Dados É um tratamento feito na sua base de dados para atualizar as informações e eliminar os registros incorretos ou duplicados.
Consultas Confirme os dados cadastrais e a análise de crédito de consumidores, empresas e grupos econômicos de todo o país
Score Saiba qual a probabilidade do consumidor tornar-se inadimplente nos próximos 3 ou 12 meses.

... Carregando...