Comerciante: vocação natural de Belo Horizonte

Eventos CDL/BH

O comércio é uma vocação natural de Belo Horizonte. O varejo, junto com o setor de serviços forma o segmento produtivo que mais emprega e dinamiza o desenvolvimento econômico da capital, respondendo por mais de 70% do Produto Interno Bruto (PIB) de Belo Horizonte. Em Minas Gerais, são mais de 3,5 milhões de pessoas vivendo do varejo. E na capital mineira são mais de 1,1 milhões de trabalhadores.

 

Grande propulsor da economia da capital, a força dos setores de comércio e serviços é inegável. Mas sabemos que os desafios para o desenvolvimento desse ofício são inúmeros. Todos os dias o comerciante tem que acordar disposto a enfrentar uma concorrência acirrada, a superar crises econômicas e a romper os obstáculos impostos pelo avanço tecnológico. E, sobretudo, se adaptar para atender muito bem o consumidor que a cada dia está mais exigente.

 

Como forma de homenagear esse profissional que tanto se dedica ao desenvolvimento econômico da capital, a Câmara de Dirigentes Lojistas de Belo Horizontes (CDL/BH), realiza neste ano a segunda edição da “Medalha 16 de Julho”. A homenagem que marca as comemorações do Dia do Comerciante, busca a valorização do comércio da capital mineira, ao homenagear 27 empresários do varejo que se destacaram em sua regional.

 

A homenagem do Dia do Comerciante é dividida em três categorias. A primeira delas é a Perseverança, que reconhece as empresas mais antigas e tradicionais de Belo Horizonte que resistiram às mais diversas dificuldades e continuam sendo referência em suas regiões. Na categoria Inovação são homenageadas empresas que utilizam toda sua criatividade para descobrir novas possibilidades de atuação e novos nichos de mercado. Já na categoria Liderança são homenageados os comerciantes que se destacam por sua capacidade em motivar outros empresários na busca por melhorias e resultados para todo o setor de comércio e serviços.

 

O processo de definição dos homenageados que é feito pelos próprios comerciantes é o que dá legitimidade à Medalha 16 de Julho. Afinal quase todo empresário, conhece algum comerciante que é referência em sua região. Seja por sua tradição ao enfrentar diversos obstáculos ao longo dos anos, ou pela sua criatividade em vencer os desafios com alguma medida inovadora ou até mesmo por ser um grande líder, que motiva os demais empresários em busca de melhorias e resultados. Sendo assim, nada seria mais justo que essa valorização partir dos próprios comerciantes, profissionais que vivenciam no dia a dia os desafios e conquistas do comércio local.  

 

Bruno Falci
Presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas de Belo Horizonte (CDL/BH)

Notícias Recentes

Empresários de BH organizam caravana para doação de sangue
21/02/2019 - Atuação Social
Objetivo é aumentar os estoques da Fundação Hemominas durante o Carnaval
Funcionamento do comércio durante o Carnaval de 2019
21/02/2019 -
Leia as principais notícias desta quinta-feira, 21 de fevereiro.
Sete em cada dez empresários da capital esperam vender mais neste Carnaval
21/02/2019 - Economia
Os itens mais procurados devem ser as bebidas e produtos alimentícios. O pagamento à vista será o mais utilizado na opinião dos comerciantes. Quase 80% dos lojistas têm interesse em abrir seus estabelecimentos durante o evento

Seja um Associado »

Nossos Produtos

Cliente Espião Saiba qual a percepção os clientes têm da sua loja
Garantia de Cheques A análise de crédito mais completa do mercado para você vender com segurança
Registro de Inadimplência Uma rede formada por mais de 1 milhão de empresas em todo o país recuperando o crédito para você

... Carregando...