Gastos extras para o comércio, bares e restaurantes


O Deputado Estadual Paulo Lamarck atendeu ao pedido da CDL/BH e da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes - Abrasel/MG e paralisou o projeto de Lei nº 13.317 para adaptações. O objetivo é que haja alteração no projeto e seja retirada o setor de comércio, bares e restaurantes de todo o estado de Minas Gerais da lista de estabelecimentos que seriam obrigados a desembolsar aproximadamente R$17.000,00 na adequação de seus banheiros com dispositivos acionados por sensor e/ou pés.
 
O projeto de lei, que tramita na Assembleia Legislativa de Minas Gerais, propõe a alteração do Código de Saúde do Estado de Minas Gerais, obrigando todos os estabelecimentos que dispõem de banheiros de uso público individuais e coletivos a adaptarem  suas instalações com torneiras, porta-papel, dispensadores de sabão, válvulas de descarga e portas de entrada principal com sistemas que dispensem o uso das mãos pelo usuário. 
 
No caso da porta de entrada principal dos banheiros, o projeto de lei propõe a execução de soluções arquitetônicas com paredes paralelas que assegurem os mesmos efeitos do ponto de vista do controle dos riscos de contaminação dos usuários, ou seja, não possuir qualquer obstáculo que necessite de maçaneta (fechadura) para o acesso.
 
O assessor institucional da CDL/BH, Edilson Cruz, e os representantes da Abrasel/MG se reuniram com o Deputado Estadual Paulo Lamac para apresentar os argumentos do setor de alimentação fora do lar e do comércio em geral em relação à proposta. As principais alegações foram o alto custo de atendimento, as rígidas normas sanitárias atuais, a baixa durabilidade dos produtos acionados por sensor e a importância da conscientização da população para a importância de se lavar as mãos corretamente após o uso dos sanitários.
 
Totalmente aberto ao diálogo, o Deputado Estadual Paulo Lamac esclareceu que o projeto não tinha a intenção de atingir os bares, restaurantes e pequenas empresas do comércio, reafirmou o seu apoio ao setor e se comprometeu a barrar a tramitação e reformular o projeto de lei que já havia sido aprovado pelas comissões, e na votação em plenário no 1ª turno teve 47 votos a favor do projeto e 0 votos contra.
 
Fonte: Abrasel/MG

Notícias Recentes

Tradicional corrida do Mercado Central se adapta ao novo normal e terá apoio da CDL/BH
22/09/2020 -
Participantes vão adquirir os kits e correr ou praticar exercícios físicos em suas casas ou lugar mais conveniente
"Como conectar as histórias, gerando experiência positiva para os clientes" é o tema do próximo Conecta Mente
21/09/2020 - Apoio ao Comércio
Convidado desta semana para falar sobre o tema é o jornalista, publicitário e professor universitário Jorge Rocha.
CDL/BH amplia parcerias para ajudar o comércio
18/09/2020 -
Em meio à pandemia, entidade fortalece sua atuação por meio de cooperação mútua com outras entidades. Resultados vão desde redução de gastos à facilitação de processos burocráticos

Seja um Associado »

Nossos Produtos

Consultas Confirme os dados cadastrais e a análise de crédito de consumidores, empresas e grupos econômicos de todo o país
Registro de Inadimplência Uma rede formada por mais de 1 milhão de empresas em todo o país recuperando o crédito para você
Score Saiba qual a probabilidade do consumidor tornar-se inadimplente nos próximos 3 ou 12 meses.

... Carregando...