Alteração de normas gerais de Tributação Previdenciária e Contribuições Sociais

Legislação e Justiça

A CDL/BH informa aos seus associados, que foi publicada em 28 de janeiro de 2019 a Instrução Normativa RFB nº 1867, que altera a Instrução Normativa RFB nº 971, de 13 de novembro de 2009, dispondo sobre novas regras gerais de tributação previdenciária e de arrecadação das contribuições sociais destinadas à Previdência Social.

 

DESTACAMOS AS PRINCIPAIS ALTERAÇÕES.

 Contribuinte obrigatório:

Foi incluído como contribuinte obrigatório o trabalhador contratado mediante contrato de trabalho intermitente, na forma prevista no art. 452-A da CLT.

Contribuinte individual:

Deve contribuir obrigatoriamente na qualidade de contribuinte individual:

O médico participante do Programa “Mais Médicos”, exceto o médico intercambista selecionado por meio de instrumentos de cooperação com organismos internacionais que prevejam cobertura securitária específica ou que esteja filiado a regime de seguridade social de país que mantenha acordo internacional de seguridade social com o Brasil.

O operador de trator, máquina de terraplenagem, colheitadeira e assemelhados, sem vínculo empregatício; e

Os condutores de veículos de transporte privado individual de passageiros que disponibilizam o serviço por meio de aplicativos ou outras plataformas de comunicação.

Segurado Especial:

Não descaracteriza a condição de segurado especial:

 

A participação do segurado especial em sociedade empresária ou em sociedade simples como empresário individual ou como titular de empresa individual de responsabilidade limitada que tenha por objeto a exploração de atividade agrícola, agroindustrial ou agroturística, considerada microempresa nos termos da Lei Complementar nº 123, de 2006, desde que, mantido o exercício da sua atividade rural na forma prevista no caput e no § 1º, a pessoa jurídica componha-se apenas de segurados de igual natureza e tenha sede no mesmo município ou em município limítrofe àquele em que eles desenvolvem suas atividades.

Data de ocorrência do fato gerador previdenciário:

 Considera-se ocorrido o fato gerador da obrigação previdenciária principal e existentes seus efeitos:

a) Em relação ao segurado empregado, exceto o contratado para trabalho intermitente, e trabalhador avulso, quando for paga, devida ou creditada a remuneração, o que ocorrer primeiro, quando do pagamento ou crédito da última parcela do décimo terceiro salário, e no mês a que se referirem as férias, mesmo quando recebidas antecipadamente na forma prevista na legislação trabalhista;

b) Em relação ao segurado empregado contratado para trabalho intermitente, quando for paga, devida ou creditada, o que ocorrer primeiro, a remuneração acrescida das parcelas a que se refere o art. 452-A da CLT; 

c) Em relação à empresa, no mês a que se referirem as férias, exceto as do empregado contratado para trabalho intermitente, mesmo quando pagas antecipadamente na forma prevista na legislação trabalhista; 

Nos casos em que se tratar de empregado contratado na forma prevista no art. 452-A da CLT, o fato gerador da contribuição previdenciária incidente sobre a parcela relativa ao décimo terceiro proporcional e férias proporcionais ocorrerá mensalmente quando essas parcelas forem pagas, devidas ou creditadas.

 

Salário-de-contribuição:

O salário-de-contribuição do condutor autônomo de veículo rodoviário (inclusive o taxista), do auxiliar de condutor autônomo, do operador de trator, máquina de terraplenagem, colheitadeira e assemelhados, sem vínculo empregatício, do motorista que atua no transporte de passageiros por meio de aplicativo de transporte, e do cooperado filiado a cooperativa de transportadores autônomos, corresponde a 20% (vinte por cento) do valor bruto auferido pelo frete, carreto, transporte, não podendo ser feita a dedução de valores gastos com combustível ou manutenção do veículo, ainda que discriminados no documento correspondente.

Parcelas que não integram a base de cálculo para fins de incidência de contribuições:

O auxílio-alimentação, vedado seu pagamento em dinheiro.

a) As importâncias recebidas a título de:

Licença-prêmio indenizada;

Outras indenizações, desde que expressamente previstas em lei;

  • Os prêmios;
  • A parcela recebida a título de vale-transporte;
  • A ajuda de custo;
  • As diárias para viagens;

Departamento Jurídico – CDL/BH

Data: 05/02/2018

Notícias Recentes

Levantamento mostra que número de inadimplentes em BH cresceu
23/04/2019 -
Leia as principais notícias desta terça-feira, 23 de abril.
Dia das Mães deve ser o melhor dos últimos sete anos para o comércio
23/04/2019 - CDL na Mídia
A expectativa é de crescimento de 2,43% no mês de maio, e que R$ 2,18 bilhões sejam injetados na economia da capital
Omni franchising, o próximo passo para as redes de franquia
23/04/2019 - Apoio ao Comércio
Ela mexe com todos os processos da companhia como operações, logística e distribuição, estratégia comercial, eficiência tributária, compras e abastecimento, tecnologia e, principalmente, uma transformação profunda na cultura da empresa que passa a ser centrada na geração da melhor experiência possível para o consumidor final.
Só 8% dos brasileiros conseguiram poupar para investir no ano passado
22/04/2019 -
Leia as principais notícias desta segunda-feira 22 de abril.

Notícias mais Populares

Vistas
Recomendadas
Compartilhadas

Seja um Associado »

Nossos Produtos

Certificação Digital Possibilita comprovar a identidade de uma pessoa ou empresa, permitindo assinatura digital de documentos eletrônicos
Espaço para eventos Três amplos salões e um auditório com 300 lugares para a realização de qualquer tipo de evento
Score de Recuperação Saiba qual a probabilidade de seus clientes inadimplentes pagarem a dívida

... Carregando...