Imprensa -

CDL/BH, Polícia Civil, Sejusp e forças de segurança do Estado promovem ação de combate à violência doméstica

Sugestão de Pauta

Evento realizado na Savassi chama a atenção para o tema no Dia Internacional da Mulher e também encerra a Operação Resguardo

Em celebração ao Dia Internacional da Mulher, a Câmara de Dirigentes Lojistas de Belo Horizonte (CDL/BH), a Polícia Civil de Minas Gerais, a Secretaria de Estado de Justiça e Planejamento (Sejusp) e as forças de segurança coordenadas pela Sejusp promovem nesta terça, 8, a partir das 9h, na Praça da Savassi, ação de combate à violência doméstica. Estarão presentes o vice-presidente da CDL/BH, Marcos Innecco Correa, a titular da Delegacia de Mulheres, Delegada Renata Ribeiro, e o Superintendente de Integração e Planejamento Operacional da Sejusp, Bernardo Naves. Serão distribuídos às mulheres passantes e ao comércio panfletos educativos sobre medidas de proteção e prevenção à violência.

O evento marca ainda o encerramento da Operação Resguardo. Iniciada dia 7 de fevereiro, em todo o estado, a ofensiva de combate à crimes contra a mulher integrou as forças mineiras de segurança e o Ministério Público de Minas Gerais (MPMG), por meio da Sejusp. Participaram da força-tarefa policiais civis, policiais militares, policiais penais, agentes socioeducativos, bombeiros militares, integrantes do MPMG e técnicos da Política de Prevenção à Criminalidade. Neste período, as instituições desenvolveram diversas ações ostensivas, preventivas e afirmativas de combate à violência contra a mulher. Na data, também será divulgado o balanço da operação. A Operação Resguardo foi demandada pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública e acontece em todo o território brasileiro. 

A CDL/BH, entidade atuante no combate à violência doméstica na capital, fará distribuição de brindes para as passantes e para as profissionais que trabalham nas lojas do entorno. Um grupo de mulheres participantes de oficina de teatro desenvolvida pelo Programa Mediação de Conflitos, no Aglomerado da Serra, também fará apresentações. A oficina busca estimular o protagonismo feminino.

“É fundamental que entidades da sociedade civil organizada, como a CDL/BH, e as forças de segurança atuem em conjunto para combater a violência contra a mulher. Infelizmente, os números de agressões domésticas cresceram ao longo da pandemia e precisamos combater esse cenário que promove medo, insegurança e baixa autoestima. A sociedade precisa unir forças para prevenir a violência e também resgatar as vítimas”, afirma o presidente da CDL/BH, Marcelo de Souza e Silva.

Serviço:

Dia “D” da Operação Resguardo 

Local: Praça da Savassi

Data: 8 de março

Horário de atendimento à Imprensa: 10h às 10h30

Horário da ação: 9h às 13h