Imprensa -

Com a retomada da economia, empresários buscam recursos para voltar a investir em seus negócios

Sugestão de Pauta

Após dois anos de forte recessão no País, em 2017 a economia começou a se recuperar, encerrando o ano com crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) de 1,0%. Com esse quadro mais animador, os empresários estão retomando a confiança e buscando alternativas para investir em seus negócios. De acordo com dados do Banco Central, a partir do último trimestre de 2017, houve um crescimento considerável dos financiamentos para empresas. De dezembro de 2017 a fevereiro de 2018, o volume de novos financiamentos aprovados para empresas cresceu 7,4% em relação ao trimestre anterior. “A intenção dos empresários em investir vem aumentando gradualmente. A partir do momento em que observarmos maiores quedas das taxas dos indicadores econômicos e um ambiente econômico mais estável, há um estímulo maior para investimentos nas empresas”, afirma o presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas de Belo Horizonte, Bruno Falci.

Porém, mesmo com essa melhora do cenário, a obtenção de crédito não é tão simples e acessível para todos. Os empresários encontram um complicador no momento de buscar capital para investir em seus negócios com as altas taxas de juros cobradas pelas instituições financeiras tradicionais. De acordo com uma pesquisa realizada em 2017 pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL), o principal motivo para os empresários dos ramos do comércio e serviços não buscarem crédito para aplicar e desenvolver suas empresas são os juros elevados. O levantamento mostra que, entre aqueles que nunca recorreram a empréstimos e financiamentos, quatro em cada dez (38,0%) atribuem a decisão às altas taxas de juros. “Embora a Selic se encontre em uma trajetória consistente de queda, atingindo o menor patamar da série histórica (6,5%), os juros praticados pelas instituições financeiras seguem altos, o que infelizmente contribui para dificultar e inibir a busca por crédito”, explica Falci.

A pesquisa também apontou que entre os 28,0% dos empresários que disseram ter enfrentado dificuldades no negócio devido à falta de crédito, 54,0% admitiram não ter conseguido comprar mercadorias e matérias-primas e 46,0% não puderam nem mesmo organizar o orçamento da empresa devido à escassez de recursos. Outro dado relevante é que 57,0% dos empresários do varejo acreditam que linhas de financiamento bancário estimulam os investimentos, aumentando a produtividade e competitividade da empresa. “Esses índices demostram a importância da concessão de crédito e de financiamentos para as empresas, principalmente em um momento de recuperação da economia, no qual é imprescindível destinar mais recursos para estimular seus negócios”, comenta o presidente da CDL/BH.

Cooperativas de crédito oferecem vantagens aos empresários cooperados e é uma opção para obtenção de crédito e outros serviços do sistema financeiro

Para os empresários que estão em busca de melhores taxas e condições para financiar os investimentos nos seus empreendimentos, uma alternativa que tem ganhado espaço e oferecido benefícios é a participação em cooperativas de crédito. Elas oferecem um amplo leque de opções de serviços aos cooperados, com maiores vantagens do que aquelas oferecidas pelas instituições financeiras tradicionais. Assim como os bancos, as cooperativas são instituições financeiras reguladas pelo Banco Central. Os produtos e serviços oferecidos também são praticamente os mesmos, mas com condições melhores: contas correntes, poupança e outras aplicações, cartões de crédito e débito, linhas de crédito, transferências diversas, pagamentos, seguros, etc.

As cooperativas possuem um importante diferencial, que são as taxas de juros reduzidas. Essas cooperativas oferecem linhas de crédito com taxas de juros mais baixas e, muitas delas, não cobram tarifas por seus serviços (fornecimento de talões, transferências, cadastros); e quando cobram, são sempre inferiores às praticadas pelos bancos comerciais. O capital de giro é outro produto oferecido bastante buscado nas cooperativas e que são ofertados com valores inferiores aos praticados no mercado. Empresários de diversos ramos já estão migrando dos bancos tradicionais para as cooperativas, e já usufruem dos benefícios. “Estou deixando o meu banco e indo para a cooperativa Sicoob Divicred. Lá consegui cartão de crédito e cheque especial com ótimas taxas, que por sinal é um diferencial”, explica o proprietário da empresa Centro de Conciliação e Mediação Instituto de Ensino, Darlan Dias.

Outro empresário que está satisfeito com o Sicoob Divicred é o Jeosafa Boy Eller, da empresa Fina Cor Casa e Decoração. “As taxas praticadas pela cooperativa são melhores que a dos outros bancos e eles estão cumprindo tudo que foi proposto para mim. Há quatro meses transferi algumas contas da minha empresa para o Sicoob e estou utilizando diversos serviços que estão me surpreendendo. Já usei o capital de giro e foi muito vantajoso para o meu negócio”, conta ele.

Além das melhores taxas, outro ponto que distingue as cooperativas dos bancos é o atendimento diferenciado. “Há um mês estou utilizando os serviços do Sicoob Divicred e estou encantada com a qualidade do atendimento. Lá eles estão sempre prontos para me atender e explicar todos os detalhes sobre os produtos e as operações. Me sinto exclusiva. Cerca de 50% dos meus boletos de cobrança já estão com a cooperativa. Minha intenção é aumentar cada vez mais o uso dos serviços do Sicoob Divicred e realizar investimentos e aplicações”, comenta a proprietária da Triângulo Peças e Filtros, Nilva Maria Coelho Alexandre.

Parceria CDL/BH e Sicoob Divicred

A CDL/BH possui uma parceria com o Sicoob Divicred, e quem é associado à Entidade tem à sua disposição na cooperativa todos os produtos do sistema financeiro, inclusive operações de câmbio. O principal diferencial do Sicoob Divicred, em relação aos bancos tradicionais, é oferecer as melhores taxas de juros.  As taxas para capital de giro, para desconto de duplicatas e cheques, são em média 46,0% menores que os valores médios do mercado.

O Sicoob Divicred é uma instituição sem fins lucrativos com foco na cooperação e concessão de boas condições financeiras de forma desburocratizada.

Veja abaixo a comparação de algumas tarifas:

Sicoob Divicred

Outros bancos

Taxa para desconto de duplicatas

A partir de 1,39% 

Taxa para desconto de duplicatas 

Média: 2,46% 

Máx.: 5,38% 

Taxa para desconto de cheques

A partir de 1,49% 

Taxa para desconto de cheques

Média: 3,02% 

Máx.: 4,63% 

Taxa para Capital de Giro

A partir de 1,29%

Taxa para capital de giro

Média: 2,25% 

Máx.: 4,54%