Imprensa -

Consumidores mineiros iniciam o ano pagando as contas em atraso

Sugestão de Pauta

O número de consumidores inadimplentes do Estado recuou 4,51% em janeiro de 2018, na comparação com o mesmo mês de 2017, de acordo com o indicador de inadimplência do Conselho Estadual de SPC de Minas Gerais. A diminuição do endividamento dos mineiros é reflexo do decréscimo taxa de juros (Jan.18 em 7%/Jan.17 em 13% – Banco Central) e da desaceleração da inflação (IPCA de Jan.17 em 0,38/ IPCA de Jan.18 em 0,29% – segundo o IBGE). Na variação mensal (Jan.18/Dez.17), houve crescimento de 0,14%. Entre os sexos, a redução do endividamento foi maior entre os homens (-5,5%), enquanto a retração do endividamento do público feminino foi de 4,09%.

O número de dívidas dos consumidores mineiros caiu 9,07% em janeiro, na comparação com o mesmo mês do ano anterior (Jan.18/Jan.17). Este percentual de redução é o maior nesta base de comparação desde 2014 e é resultado da melhora do cenário econômico que ocorreu em 2017. Na variação mensal (Jan.18/Dez.17), a redução foi de 0,59%. Na abertura por faixa etária, no mês de janeiro de 2018, na comparação com o mesmo mês do ano anterior, a maioria das dívidas registradas concentrou-se entre as pessoas acima dos 50 anos (45,20%).

inadimplência e número de dívidas das empresas aumenta, mas em ritmo moderado

Em janeiro deste ano, houve alta de 3,61% no número de pessoas jurídicas inadimplentes, comparando-se com o mesmo período de 2017. Na base de comparação mensal (Jan.18/Dez.17) o crescimento foi de 0,44%.  Mas, apesar dos índices de inadimplência ainda aumentarem, o ritmo é cada vez menor. Em janeiro de 2017 o percentual era de 9,26%. O número de dívidas das empresas mineiras, na comparação mensal (Jan.18/Dez.17), apresentou crescimento de 0,21%. Já na variação anual (Jan.18/Jan.17), a quantidade de contas em atraso aumentou 2,47%. O número médio de dívidas de pessoas jurídicas em janeiro de 2018 foi de 2,05 por empresa. No mesmo período do ano anterior, era de 2,07 por CNPJ.

Metodologia – Os indicadores de inadimplência apresentados nesse material contêm todas as informações disponíveis nas bases de dados a que o SPC Brasil e as CDL’s de Minas Gerais têm acesso.