Imprensa -

Empresários prejudicados pelas chuvas

Sugestão de Pauta

Em virtude das intensas chuvas que atingiram a capital mineira nos últimos dias, prejudicando os empresários dos setores de comércio e serviços, a CDL/BH buscou junto ao governador Romeu Zema a liberação, via Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG), linha de crédito diferenciada com juros menores e prazo de pagamento maior.

“Estamos também em contato com as superintendências do Banco do Brasil e da Caixa Econômica Federal solicitando a liberação de linhas de crédito com maior carência para os empresários que sofreram prejuízos em função das chuvas”, explicou o presidente da CDL/BH, Marcelo de Souza e Silva. O dirigente disse também que foi feito contato com o Coordenador da Defesa Civil, Coronel Lucas, solicitando que o governo federal libere, via BNDES, uma linha diferenciada para os empresários. “Essas diversas linhas de crédito irão atender empreendedores e comerciantes de todas as regiões da cidade”.

União – A CDL/BH também se disponibilizou em unir forças com outras entidades de classe empresariais, como por exemplo o Sebrae Minas, auxiliando os empresários nesse processo burocrático de liberação de crédito, que às vezes pode ser difícil.

ICMS e IPTU – O presidente da CDL/BH esclareceu que solicitou ao governo do Estado o adiamento do pagamento do ICMS. Em relação ao IPTU, a Entidade entrou em contato com a Prefeitura de Belo Horizonte (PBH) para verificar a possibilidade do perdão dos débitos, que já divulgou os procedimentos para que os donos e locatórios de imóveis consigam a isenção.