Imprensa -

Iluminação natalina da Praça da Liberdade é ampliada para outros pontos da cidade

Sugestão de Pauta

Festival Luzes da Liberdade, realizado por iniciativa da CDL/BH e parceiros, começa dia 2 de dezembro e irá celebrar os 300 anos de Minas Gerais

A Câmara de Dirigentes Lojistas de Belo Horizonte (CDL/BH) uniu forças novamente com a Cemig, o Circuito Praça da Liberdade, o Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico (Iepha)  e a Fundação Clóvis Salgado para realizar a tradicional decoração natalina da cidade. Assim como foi em 2019, a entidade é uma das viabilizadoras do projeto que, neste ano, ganhou formato de festival e irá além dos limites da Praça. As atrações, que também celebram os 300 anos do estado de Minas Gerais, começam no dia 2 de dezembro e seguem até 6 de janeiro de 2021. O valor total do projeto é de R$ 1,4 milhão.

Como o distanciamento social ainda é necessário para conter a propagação de Covid-19, a decoração que, até então, era concentrada na Praça da Liberdade foi ampliada para outros pontos da região central da cidade. O principal objetivo é evitar aglomeração. “Foi criado o circuito Luzes da Liberdade, que contempla pontos da Rua da Bahia, Praça da Estação, Viaduto Santa Tereza, Funarte e Palácio das Artes. Essa ramificação será essencial para evitar aglomeração”, destaca o presidente da CDL/BH, Marcelo de Souza e Silva. Também receberão iluminação especial a sede da CDL/BH, o Museu Mineiro, o Arquivo Público e a Biblioteca Pública.

Novos recursos

Neste ano, a iluminação será divida em quatro modalidades: projeção mapeada no Palácio da Liberdade (performance de interação entre o audiovisual e o ambiente físico); iluminação cênica e natalina na travessa central da Praça da Liberdade e prédios variados; projeções em empenas (em pontos da Rua da Bahia e Avenida do Contorno) e laser show, um show de luzes que será visto de vários pontos da cidade.

Música

Além dos efeitos de iluminação, o Festival Luzes da Liberdade terá em sua programação diversos shows de grandes nomes da música mineira.  As 175 apresentações serão espalhadas por diversos pontos da cidade e poderão ser acompanhadas via internet. Nomes como Maurício Tizumba, Celso Adolfo, Marcus Viana e Manu Dias estão confirmados. “O festival será uma celebração à vida, especialmente em um ano tão difícil, com tantas perdas. Queremos oferecer ao belo-horizontino uma temporada de esperança, de lazer e, principalmente, positividade para o próximo ano”, finaliza Souza e Silva.

Mais informações sobre o Festival Luzes da Liberdade estão disponíveis no site: http://luzesdaliberdade.com.br/