Imprensa -

Menos inadimplência

Sugestão de Pauta

A injeção de recursos extras na economia via liberação do saque do FGTS e o pagamento do décimo terceiro salário aliado a ações de campanha de recuperação de crédito e a melhora de indicadores macroeconômicos possibilitaram que o número de pessoas que conseguiram regularizar sua situação financeira crescesse 9,42% em 2019 quando comparado a 2018 (Jan.19 – Dez.19 / Jan.18 – Dez.18). Em 2018, na comparação com 2017, o índice de recuperação de crédito fechou com queda de 6,04%. Os dados são do Indicador de recuperação de crédito do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC) da Câmara de Dirigentes Lojistas de Belo Horizonte (CDL/BH).

“Com a melhora dos indicadores econômicos, como queda da taxa de juros e inflação controlada, e com mais renda disponível, os consumidores estão conseguindo destinar uma parcela maior dos seus recursos para pagarem os débitos”, explica Marcelo de Souza e Silva, presidente da CDL/BH. “A economia vem apresentando recuperação lenta, porém estamos em um ambiente melhor em relação aos últimos anos. Nossa expectativa é que com o avanço das reformas administrativas e a melhora da atividade econômica, mais famílias passem a ter uma situação financeira mais favorável que permita que o indicador de recuperação de crédito continue nessa tendência positiva”, completou.

 

Número de dívidas pagas cresceu em 2019

Outro dado que também é calculado pelo Indicador de recuperação de crédito é o volume de dívidas que são quitadas. Nesse caso, houve aumento de 8,16% em 2019 na comparação com 2018 (Jan.19 – Dez.19 / Jan.18 – Dez.18). Para o presidente da CDL/BH, à medida que os consumidores conseguem recolocação no mercado de trabalho, vão quitando alguns débitos, pois ficar inadimplente significa ficar fora do mercado de crédito. Souza e Silva ressalta a importância do planejamento financeiro para que o consumidor não retorne à inadimplência. “Fazer a gestão dos recursos é garantir o futuro financeiro. É preciso ter um maior controle do dinheiro e consumir de forma consciente, ou seja, dentro do padrão de vida”, acrescentou.

Metodologia – Os indicadores de recuperação de crédito apresentados nesse material contêm todas as informações disponíveis nas bases de dados a que o SPC Brasil e a CDL/BH têm acesso.