Imprensa -

Parceria internacional promove aproximação entre startups de Israel e empresários da capital

Sugestão de Pauta
Entre hoje e amanhã empresas e instituições da capital terão a oportunidade de conhecerem soluções inovadoras para seus negócios desenvolvidas por startups israelenses. A Câmara de Dirigentes Lojistas de Belo Horizonte (CDL/BH) em parceria com o Israel Trade & Investment Brazil promove nestes dois dias reuniões de conexão entre as startups e os empresários da capital. Os encontros com os israelenses serão realizados no Espaço de inovação Varejo Inteligente, que fica na sede da CDL/BH (Av. João Pinheiro, 495 – Boa Viagem), entre 12h e 16h na segunda-feira e terça-feira.

 

As startups que irão apresentar suas soluções fazem parte do Scale Up in Brazil, programa de aceleração e mentoria que seleciona novas empresas israelenses que têm interesse em entrar no mercado brasileiro. O Scale Up in Brazil é uma iniciativa da APEX-BRASIL (Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos) em conjunto com o Israel Trade & Investment Brazil e com a ABVCAP (Associação Brasileira de Private Equity e Venture Capital). A parceria para realização dessas conexões começou a ser desenhada após uma visita do Itzhak “Tsahi” Reich, atual Cônsul para Assuntos Econômicos do Israel Trade & Investment, na CDL/BH no final de setembro. O presidente da CDL/BH, Marcelo de Souza e Silva, destaca a relevância desta parceria internacional. “Para a CDL/BH ser articuladora de conexões desse nível no ecossistema de inovação é muito significativo. Essa é uma iniciativa importante, que nos coloca em um patamar elevado de relacionamento com programas internacionais. Além disso, Israel tem sido um países mais procurados do mundo quando se trata de inovação, o que torna ainda expressiva essa aproximação, já que a CDL/BH tem atuado para fomentar cada vez mais a cultura da inovação nos

setores de comércio e serviços da capital”, comenta Souza e Silva.

 

Startups – Ao todo, três startups terão a oportunidade de expor suas soluções para grandes empresas do varejo da capital e de outros segmentos, além de instituições que já confirmaram suas participações nas conexões. Todas as startups já estão em fase de investimento e contam com histórico de sucesso empresarial, experiência comercial internacional, produto adequado ao mercado brasileiro, validação preliminar por meio de vendas iniciais, investimento do setor privado e prêmios/reconhecimento do setor.

 

Uma das statups é a SuperUp, que oferece uma plataforma móvel de compras e publicidade que conecta consumidores, varejistas, anunciantes e marcas e que foi projetada para obter novos dados e insights dos consumidores. Já a Intervyo oferece soluções de RH para análise de pessoas, baseada em inteligência artificial. A terceira empresa israelense é a SeeTree, uma AgroTech, cuja tecnologia permite análise de saúde e potencial da produção de árvores.

 

Ecossistema de startups em Israel – O País tem menos de nove milhões de habitantes – 0.1% da população mundial – mas têm mais startups, cientistas, engenheiros, patentes médicas, taxa de gasto em Pesquisa e Desenvolvimento (P&D) e profissionais em tecnologia do que qualquer País do mundo em termos per capita. É um dos ecossistemas empreendedores mais maduros do mundo, com intensa integração e alinhamento entre players da iniciativa privada, governamental, acadêmica, grandes empresas e startups. Israel tem uma cultura que apoia o empreendedorismo, com uma visão focada na criação de negócios globais. Mais de 300 multinacionais apresentam

centros de pesquisa de alta tecnologia no País, incluindo Microsoft, IBM, Apple, Cisco, HP e Intel.