Imprensa -

Projeto Afeto arrecada doações para
mães e bebês do Sofia Feldman

Sugestão de Pauta

As contribuições podem ser realizadas até o dia 3 de maio. Campanha está em sua 3ª edição e já distribuiu mais de 46 mil itens de higiene pessoal e enxoval

Estão abertas as arrecadações do Projeto Afeto, que busca doações de itens de enxoval e higiene pessoal para as mulheres e bebês do Hospital Maternidade Sofia Feldman, região nordeste da capital. O projeto, que é realizado pela Fundação CDL-BH, braço social da Câmara de Dirigentes Lojistas de Belo Horizonte (CDL/BH), em parceria com a CDL Jovem e a Rádio CDL está em sua 3ª. edição e, desde sua criação, em 2020, já recolheu mais de 46 mil itens que foram destinados aos pacientes do hospital.

A campanha tem como objetivo arrecadar roupas de bebê, toucas, luvas, meias, toalhas, mantas, além de itens de higiene pessoal para os recém-nascidos e as mães. Com dois postos de coleta estrategicamente inseridos na região central de Belo Horizonte, os doadores interessados podem destinar suas doações para a causa até o dia 3 de maio.

Para o presidente da CDL/BH, Marcelo de Souza e Silva, o Projeto Afeto cumpre a missão de acolher e apoiar mulheres no momento da maternidade. “Sabemos que essa é uma fase delicada emocionalmente e, por meio da campanha, queremos promover qualidade de vida, amparo, acolhimento e bem estar nos momentos do pré-natal e do pós-parto às gestantes, às mães e às crianças recém-nascidas”, destaca.

De acordo com o diretor do setor de Captação de Recursos do Sofia Feldman, Ramon Duarte, o projeto é fundamental para auxiliar a rotina das mulheres durante a permanência no hospital. “Já recebemos mais de 46 mil itens como kits de higiene pessoal, roupinhas de bebês e banheiras. Com essas doações conseguimos ajudar mães em condição de vulnerabilidade social internadas em nossa instituição”, afirma.

Projeto impacta mais de duas mil famílias

O Hospital-Maternidade Sofia Feldman é reconhecido nacionalmente por prestar assistência ao parto e a recém-nascidos de alto risco. Atualmente, a instituição realiza mais de mil partos por mês e atende Belo Horizonte e Região Metropolitana, além de mais de 660 municípios de Minas Gerais. Muitas mulheres que são internadas na maternidade são provenientes do interior do estado e chegam à instituição sem suporte financeiro e afetivo. 

“O Projeto Afeto busca intervir nesse cenário, levando a essas mães um pouco de amparo em um momento tão especial e de fragilidade quanto o período de gestação”, detalha o presidente da Fundação CDL-BH, Vilson Mayrink.

As doações para o Projeto Afeto podem ser realizadas, de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h nos endereços localizados em Belo Horizonte:

Sede Fundação CDL-BH

Av. Amazonas, 311 (3º andar) – Centro

Sede CDL/BH

Av. João Pinheiro, 495 – Boa Viagem