Imprensa -

Recuperação de crédito dos moradores de Belo Horizonte cresce 4,15% nos últimos 12 meses

Sugestão de Pauta

No acumulado dos últimos 12 meses (Set.18 a Ago.19 /Set.17 a Ago.18), o Indicador de recuperação de crédito em Belo Horizonte apresentou um crescimento de 4,15%. Para o presidente da CDL/BH, Marcelo de Souza e Silva, com a melhora de alguns indicadores econômicos, os moradores da capital estão conseguindo destinar um percentual de seus recursos para o pagamento das dívidas.
 
“A taxa de juros no menor patamar da série histórica (Ago.19 em 5,5% – Bacen), atrelada a redução da inflação (Set.18 a Ago.19 3,42% / Set.17 a Ago.18 4,19% -IBGE), tem colaborado para que os consumidores consigam renegociar e quitar os seus débitos em melhores condições. Assim eles saem do cadastro de devedores e voltam para o mercado de crédito e consumo”, comenta o presidente da CDL/BH.
 
 
Número de dívidas pagas aumenta em agosto
 
Outro dado que também é calculado pelo indicador é o volume de dívidas que são quitadas. Nesse caso, houve aumento de 0,14% na variação acumulada em 12 meses (Set.18 a Ago.19 / Set.17 a Ago.18). “A medida que as pessoas estão voltado a ter renda elas estão tentando quitar suas dívidas, mesmo que não seja possível pagar todos os débitos pendentes de uma vez”, conclui o Marcelo de Souza e Silva.
 
 
Metodologia – Os indicadores de recuperação de crédito apresentados nesse material contêm
todas as informações disponíveis nas bases de dados a que o SPC Brasil e a CDL/BH têm acesso.