Indicadores e Pesquisas -

Janeiro

O indicador de Recuperação de Crédito em Minas Gerais apresentou um
crescimento de 7,21 no acumulado de 12 meses Deve se destacar que a tendência de crescimento da recuperação de crédito é observada por 9 meses consecutivos e ocorre em função da melhora do ambiente econômico quando comparado aos últimos anos.

Fatores como queda da taxa de juros (jan 20 4,5 e jan 19 6,5 Bacen inflação
controlada, queda na taxa de desemprego 2019 9,5 e 2018 9,7 IBGE) e um leve aumento dos rendimentos médios reais 2019 R$ 1.928 e 2018 R$ 1.902 IBGE) atrelado a liberação de recursos extras na economia (FGTS) tem possibilitado que os consumidores mineiros recuperem o crédito.