Em que posso ajudar?

WhatsApp
Notícias -

DIA DOS NAMORADOS DE BILHÕES

Notícias gerais

Movimentação em torno da data durante o mês de junho promete ser 1,87% maior que a do mesmo período no ano passado. Lojistas esperam tíquete médio acima de R$ 220 por presente

O Dia dos Namorados, celebrado no próximo 12 de junho, promete ser de bilhões para a economia da capital mineira. De acordo com pesquisa da Câmara de Dirigentes Lojistas de Belo Horizonte (CDL/BH), a expectativa é que a movimentação de vendas em torno da data gere um faturamento de R$ 2,17 bilhões durante o mês de junho. Este valor é 1,87% maior que o do mesmo período do ano anterior, quando o montante foi de R$ 2,13 bilhões. 

“O Dia dos Namorados fecha a temporada de datas comemorativas do primeiro semestre. E, com essa boa expectativa de vendas, dá fôlego para que o lojista cumpra com suas obrigações financeiras e traz ânimo para que os próximos seis meses sejam positivos para o comércio”, avalia o presidente da CDL/BH, Marcelo de Souza e Silva. 

A pesquisa da entidade, realizada entre os dias 6 e 20 de maio com 150 lojistas da capital, revela ainda que os comerciantes esperam um tíquete médio de R$ 221,81 por presente. Como a expectativa é que sejam adquiridos dois produtos, o investimento dos apaixonados pode chegar a R$ 443,62. Um crescimento de 22% em relação à data de 2023. 

A maioria dos lojistas entrevistados (76%) acredita que os consumidores vão optar pelo pagamento parcelado no cartão de crédito, com uma média de três parcelas. Já 16,7% esperam o uso do cartão de crédito à vista; 4% o pagamento no débito e 3,3% aguardam pagamento em PIX. 

Quando questionados sobre a expectativa de gastos dos casais para o Dia dos Namorados deste ano, em comparação ao ano passado, 76% dos comerciantes acreditam que será igual, 16,7% acham que irá aumentar e 7,3% esperam uma queda. 

Lista de presentes

Na perspectiva dos lojistas, os produtos com maior saída deverão ser:

  • Roupas – 60%
  • Acessórios – 19,3%
  • Calçados – 19,3%
  • Malas e Mochilas – 12,7%
  • Cosméticos – 7,3%
  • Itens de decoração – 6%

Para atender as demandas da data, 41,3% dos comerciantes reforçaram o estoque e 51,3% mantiveram o mesmo volume; 7,3% disseram que reduziram. 

Em relação aos fatores que podem contribuir para as vendas do Dia dos Namorados, 62% dos entrevistados acreditam na liquidação dos produtos, 9,3% em flexibilidade de pagamento, 6,7% em divulgação, 5,3% no aumento da empregabilidade e 4,7% em bom atendimento.

Já referente aos dificultadores de vendas, os comerciantes afirmam que os principais obstáculos são: falta de agilidade e cordialidade no atendimento (52%), aumento do preço dos produtos (18%), desemprego (11,3%), inadimplência (6,7%), diminuição da renda dos consumidores (3,3%). 

Para driblar essas dificuldades e fisgar os namorados interessados em presentear, os lojistas vão investir em estratégias como:

  • Decoração da loja – 90%
  • Divulgação dos produtos – 70%
  • Variedade de produtos – 68%
  • Flexibilidade e/ou facilidade de pagamento – 54%

Os principais canais de vendas, além da loja física (97,3%), serão as redes sociais, com destaque para o Instagram (58,7%) e  WhatsApp (51,3%). O site da empresa será utilizado por 37,3%. 

As ferramentas utilizadas para divulgação são: vitrine (92,7%), Instagram (90,7%), WhatsApp (64%), boca a boca (64%), site próprio (26%) e Facebook (8,7%).

Publicações similares

Notícias gerais
20 de junho de 2024
COMÉRCIO DE BH ACUMULA QUARTO CRESCIMENTO CONSECUTIVO EM 2024

Das nove atividades principais, sete tiveram desempenho positivo no mês de abril. Setor também cresceu nas …

Notícias gerais
10 de junho de 2024
COMPRAS DE ÚLTIMA HORA DEVEM MARCAR DIA DOS NAMORADOS EM BH

De acordo com pesquisa da CDL/BH, lojas de rua e shopping serão os principais locais onde …

Notícias gerais
10 de junho de 2024
PRESIDENTE DA CDL/BH E DO SEBRAE MINAS RECEBE COMENDA ESPECIAL DO MÉRITO MUNICIPALISTA

O presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas de Belo Horizonte (CDL/BH) e do Conselho Deliberativo do …

Notícias gerais
4 de junho de 2024
DIA LIVRE DE IMPOSTOS TERÁ VENDA DE PRODUTOS ALIMENTÍCIOS E DE HIGIENE COM REDUÇÃO DE ATÉ 50% DO VALOR

Além de alguns itens da cesta básica, serão comercializados produtos como vinho argentino, azeite português, carnes, …