Notícias -

Eletrônicos foram os produtos mais comprados pela internet em 2014, aponta SPC Brasil

Apoio ao Comércio

Cerca de 27 milhões de pessoas compraram pelo menos um produto eletrônico na web no ano passado, com ticket médio de R$ 781.  A maior parte das compras é feita pelo público masculino e jovem.


 


Um estudo realizado pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) sobre consumo virtual estima que, dentre os produtos comprados pela internet, os eletrônicos são os mais adquiridos.  No ano passado, 26,8 milhões de pessoas compraram pelo menos um produto dessa categoria virtualmente, o que corresponde a 61% dos consumidores virtuais. Entre os homens, esse percentual chega a 71%. O valor médio desembolsado com cada compra foi de R$ 781.


 


A categoria de eletrônicos é composta por computadores, notebooks, tablets, câmeras digitais, celulares etc. A maior parte das compras é feita em sites nacionais (88%) Os consumidores virtuais mostram índice de satisfação de 92% e são motivados, sobretudo, pela necessidade e oferta imperdível. Apenas 9% dos consumidores relatam problemas com as compras de eletrônicos feitas pela internet. O principal motivo foi entrega fora do prazo (3%). “Esse tipo de produto costuma ter um valor agregado tão alto, que o consumidor prefere comprá-lo pela internet para poder pesquisar bastante e procurar o menor preço”, avalia Marcela Kawauti, economista-chefe do SPC Brasil.


 


 


Acessórios para celulares e tablets


 


Além dos produtos eletrônicos, fazem parte do segmento pesquisado também os acessórios para celulares, tablets etc. O estudo mostra que, em 2014, 29% dos consumidores virtuais afirmam ter comprado acessórios para tablets e celulares pela internet, algo estimado em 12,7 milhões de pessoas. A maior parte dessas compras é feita em sites nacionais (46%) e está associada a pessoas jovens e do sexo masculino.


 


O índice de satisfação entre os consumidores de acessórios é de 88%. Apenas 14% tiveram algum problema. O principal motivo foi entrega fora do prazo (7%).


 


 


Principais motivos da compra da categoria


 


O principal motivo de compra apresentado pelo estudo é a necessidade, segundo os próprios entrevistados. 45% dos pesquisados precisavam muito do eletrônico ao adquirir virtualmente. Já os acessórios, 48% compraram por necessidade. Em seguida, uma oferta com um preço imperdível é o segundo motivo que conquista os consumidores.


 


 


Consumo de eletrônicos na internet


 








Segmento


Total de consumidores em 2014*


Ticket médio da compra


Índice de satisfação


Índice de rejeição


Índice de problemas


Média do Segmento


29.587.616


R$ 624


90%


1%


12%


Eletroeletrônicos


26.756.038


R$ 781


92%


2%


9%


Acessórios para celular ou tablet


12.720.084


R$ 164


88%


4%


14%


 


 


 


 


 


 


 


 


*em milhões


 


 


Metodologia


 


A pesquisa foi realizada em janeiro de 2015. Foram ouvidas 676 pessoas das 27 capitais brasileiras, com idade igual ou superior a 18 anos, de ambos os sexos, de todas as classes sociais e que já fizeram alguma compra virtual. A margem de erro é de 3,7 pontos percentuais e a confiança é de 95%.


 


Fonte: SPC Brasil