Notícias -

Em fevereiro, produção Industrial varia 0,4%

Apoio ao Comércio


 


A produção industrial no âmbito nacional apresentou variação de 0,4% em fevereiro frente o mês imediatamente anterior, de acordo com a última Pesquisa Industrial Mensal do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O resultado em questão foi inferior em relação ao verificado em janeiro, quando a variação fora de 2,9% na mesma base de comparação. 


 


Entretanto, houve crescimento significativo em fevereiro deste ano quando comparado ao mesmo mês do ano anterior, em uma magnitude de 5,0%. Com estes resultados a indústria brasileira acumula crescimento de 1,3% em 2014 e 1,1% nos últimos doze meses.


 


A produção de bens intermediários apresentou a maior variação dentre os setores que compõem a pesquisa, com crescimento de 0,8%. Em seguida aparecem os bens de consumo, com crescimento de 0,5% (sendo que a produção de bens de consumo duráveis cresceu 3,0%, enquanto a produção de bens semiduráveis e não duráveis sofreu queda de -0,1%). A produção de bens de capital cresceu 0,1% no período.


 


Na comparação com fevereiro de 2013, a produção de bens de capital apresentou crescimento de 12,4%, a maior entre os setores que compõem a pesquisa para esta base de comparação. Em seguida aparecem os bens de consumo, com crescimento de 7,4% (sendo que a produção de bens de consumo duráveis cresceu 20,9%, e a produção de bens semiduráveis e não duráveis cresceu 3,6%). A produção de bens intermediários cresceu 1,1%.


 


O setor de bens de capital também apresentou maior crescimento no acumulado do ano e no acumulado de doze meses (ano: 8,0% / doze meses: 12,5%). Depois aparecem os bens de consumo, com crescimento de 1,7% em 2014 e variação nula nos últimos doze meses (duráveis: 6,9% no ano e 1,3% em doze meses / semiduráveis e não duráveis: 0,1% no ano e -0,4% em doze meses), e os bens intermediários, cuja produção apresentou queda nas duas bases de comparação (ano: -0,8% / doze meses: -0,1%).