Em que posso ajudar?

WhatsApp
Notícias -

INADIMPLÊNCIA CRESCE ENTRE AS EMPRESAS DA CAPITAL MINEIRA 

Notícias gerais

O valor médio devido é de R$ 5,5 mil. Comércio foi o setor que registrou maior recuo nas contas em atraso. Agricultura acumula maior percentual de débitos 

O índice de inadimplência cresceu 3,91% entre as empresas da capital mineira no mês de maio. No mesmo período de 2022, o indicador era de 1,76%. De acordo com levantamento da Câmara de Dirigentes Lojistas de Belo Horizonte (CDL/BH), com base nos dados do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil), a inadimplência também evolui na comparação mensal, passando de 0,96% em abril, para 1,67% em maio. “Observamos um crescimento da inadimplência entre as pessoas jurídicas desde janeiro de 2022. Mesmo após a pandemia, muitas empresas ainda são impactadas com os efeitos prolongados da crise, como a redução da demanda, caixa fragilizado e acúmulo de dívida. Tudo isso tem dificultado o pagamento das contas”, explica o presidente da CDL/BH, Marcelo de Souza e Silva. 

As empresas estão devendo, em média, R$ 5.488,87. Segundo o levantamento da CDL/BH, desde agosto do último ano tem sido observado um aumento constante no valor médio das dívidas. Essa ascendência é atribuída às altas taxas de juros que elevam o montante devido e dificultam as negociações. 

Leia também: Belo-horizontinos estão devendo, em média, R$ 4,5 mil

Comércio devendo menos

Na análise do endividamento por setores, o comércio foi o único que retraiu a inadimplência no mês de maio: -1,19%. “O comércio é uma atividade de transações de curto prazo, com a maioria dos pagamentos sendo feitos de forma imediata ou poucas parcelas. Isso significa que há mesmo tempo para ocorrer a inadimplência, ao contrário de outros setores que lidam com contratos de longo prazo e pagamentos parcelados”, explica a economista da CDL/BH, Ana Paula Bastos. A indústria também registrou desaceleração de 0,98% na inadimplência. 

Em contrapartida, a agricultura avançou nas contas em atraso, sinalizando 11,39%. O setor de serviços também aumentou a inadimplência, registrando 2,78%. 

O valor médio anual devido por setor é:

  • Agricultura: R$ 5.065,92
  • Indústria: R$ 5.357,17
  • Serviços: R$ 5.373,67
  • Comércio: R$ 6.406,84 

As principais dívidas das empresas referem-se à Água e Luz (10,08%), Comunicação – internet, telefonia- (6,93%) e Bancos (2,05%).

Em relação ao número de dívidas por CNPJ, o mês de maio registrou um crescimento de 2,85% em comparação ao mesmo período do ano passado, confirmando que a alta de juros na economia tem dificultado a manutenção e a renegociação dos contratos.

Empresas mineiras devem menos

No período de análise, o levantamento da CDL/BH mostrou que as empresas mineiras estão com menos contas em atraso que as do país. O índice de inadimplência entre as empresas de Belo Horizonte, no mês de maio, ficou em 3,91% e as do estado em 9%. Já a média da região Sudeste foi de 10,04% e a do país, 11,41%. 

“Esses dados nos mostram que, apesar do endividamento e do cenário econômico fragilizado, Minas Gerais tem conseguido, ainda que de forma tímida, recuperar a saúde econômica e vislumbrar um reaquecimento a médio prazo”, finaliza Marcelo de Souza e Silva.

Foto: Marcello Casal JrAgência Brasil

Publicações similares

Notícias gerais
12 de abril de 2024
RESTAURAR, PRESERVAR E INVENTAR SÃO DESTAQUES NAS COLEÇÕES QUE SE APRESENTAM NO MINAS TREND

Para a CDL/BH, patrocinadora do evento, empresas precisam ficar atentas a um público cada vez mais exigente …

Notícias gerais
9 de abril de 2024
EMPRESÁRIOS MINEIROS DESEMBARCAM NA EXPO ÓPTICA

Missão organizada pela CDL/BH e Sebrae Minas leva 48 participantes de 33 empresas para a maior …

Notícias gerais
27 de março de 2024
PLANO DE REGULARIZAÇÃO DO ESTADO DE MINAS GERAIS: PROGRAMA DE PARCELAMENTO DE ICMS ENTRA EM VIGOR

Nesta quarta-feira, 27, foi publicada o Decreto nº 48.790/2024, que regulamenta a  Lei 26.612/2023 que instruiu …

Notícias gerais
27 de março de 2024
SAIBA AS REGRAS PARA O FUNCIONAMENTO DO COMÉRCIO NO FERIADO DA SEXTA-FEIRA SANTA

A Câmara de Dirigentes Lojistas de Belo Horizonte – CDL/BH informa que o comércio de Belo …