Notícias -

Inflação oficial fica em 0,01% em junho, a menor taxa do ano.

Apoio ao Comércio


O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) de junho teve variação de 0,01% e ficou 0,12 p.p. (ponto percentual) abaixo da taxa de maio (0,13%). A variação acumulada no ano foi de 2,23% e a dos últimos doze meses recuou para 3,37%, abaixo dos 4,66% registrados nos 12 meses imediatamente anteriores e permanecendo bem abaixo da meta de 4,25% definida pelo governo para o ano. Em junho de 2018, a taxa fora de 1,26%.


Os grupos Alimentação e bebidas e Transportes respondem, juntos, por cerca de 43% das despesas das famílias e apresentaram deflação em junho, respectivamente, -0,25% e -0,31%, ambos com -0,06 p.p. de impacto. Comunicação (-0,02%) também teve variação negativa de preços. Já Saúde e cuidados pessoais (0,64%) foi o grupo com a maior variação e o maior impacto (0,08 p.p.), conforme mostra a tabela a seguir.

















Grupo


Variação (%)


Impacto (p.p.)


Maio


Junho


Maio


Junho


Índice Geral


0,13


0,01


0,13


0,01


Alimentação e Bebidas


-0,56


-0,25


-0,14


-0,06


Habitação


0,98


0,07


0,15


0,01


Artigos de Residência


-0,10


0,02


0,00


0,00


Vestuário


0,34


0,30


0,02


0,02


Transportes


0,07


-0,31


0,01


-0,06


Saúde e Cuidados Pessoais


0,59


0,64


0,07


0,08


Despesas Pessoais


0,16


0,15


0,02


0,01


Educação


-0,04


0,14


0,00


0,01


Comunicação


-0,03


-0,02


0,00


0,00


Fonte: IBGE, Diretoria de Pesquisas, Coordenação de Índices de Preços.


 


IPCA é calculado pelo IBGE desde 1980, se refere às famílias com rendimento monetário de 01 a 40 salários mínimos, qualquer que seja a fonte, e abrange dez regiões metropolitanas, além dos municípios de Goiânia, Campo Grande, Rio Branco, São Luís, Aracaju e de Brasília. Para o cálculo do índice do mês foram comparados os preços coletados entre 30 de maio e 28 de junho de 2019 (referência) com os preços vigentes entre 1º e 29 de maio de 2019 (base).


Fonte: IBGE – Diretoria de Pesquisas, Coordenação de Índices de Preços.


Setor de Economia CDL/BH

10/07/2019