Notícias -

Integrantes da Frente Mineira de Gastronomia comemoram anúncio da reforma da Casa da Gastronomia

Apoio ao Comércio

O secretário de Estado de Turismo, Mário Henrique Caixa, anunciou em primeira mão, durante reunião da Frente da Gastronomia Mineira, que o Governo do Estado iniciará, em breve, a reforma de um dos mais importantes espaços da culinária mineira, a Casa da Gastronomia. O prédio integra o Circuito Cultural de Praça da Liberdade, em Belo Horizonte. A reunião foi realizada na sede da Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL-BH) na segunda-feira (3/08).

“Conseguimos, nesta segunda-feira, durante reunião com o secretário Helvécio Magalhães e com o presidente da Codemig, Marco Antônio Castello Branco, autorização e recursos para reforma da Casa da Gastronomia. Teremos R$ 1,2 milhão para iniciar as obras. Vamos fazer a reforma inicial e, depois, equipá-la e deixá-la pronta para que volte ao Circuito Cultural. Para a gestão da Casa, teremos a participação da iniciativa privada”, disse o secretário, que também anunciou o retorno da Superintendência de Gastronomia à Setur, autorizado pelo governador do Estado.

Em nome dos demais integrantes, o coordenador da Frente, deputado Agostinho Patrus Filho, agradeceu ao secretário pela continuidade dos trabalhos e empenho em prol da gastronomia do Estado. “São duas notícias muito positivas que a Frente acaba de receber. A Casa da Gastronomia é um imóvel maravilhoso, que precisa ser reformado urgentemente. Este é um grande avanço, uma luta de anos. Com esta ação, colocamos, mais uma vez, o tema da gastronomia no setor turístico do Estado. A Casa da Gastronomia é a realização de um sonho antigo”, disse Agostinho Patrus, mencionando, ainda, a importância da atuação da Superintendência da Gastronomia em prol do setor.

Gastronomia sustentável

Também convidado pela Frente da Gastronomia Mineira, o secretário de Estado de Desenvolvimento Agrário (SEDA), Glênio Martins Mariano, falou, durante o encontro, sobre as ações da nova pasta do Executivo Estadual que podem alavancar a gastronomia mineira. “Nosso desafio é tornar a gastronomia de Minas Gerais mais sustentável, com a oferta de produtos mais saudáveis e diversificados”, afirmou. O secretário reafirmou a disposição do governo estadual em dialogar com os mais diversos segmentos da sociedade, como o de comércio e serviços.

Ele respondeu a questionamentos sobre como ter mais acesso aos produtos da agricultura familiar, sobre projetos de logística para que esses produtos cheguem com mais facilidade aos estabelecimentos e feiras dos grandes centros, além do atendimento à crescente demanda por produtos orgânicos. Dentre as ações e programas da Secretaria estão a ampliação de feiras livres, aquisição de caminhões isotérmicos e incentivo a agroindústrias.

O deputado Agostinho Patrus Filho destacou a importância da agricultura familiar para a cadeia da gastronomia. “Não podemos pensar a gastronomia apenas como cardápios finos e uma mesa cheia de copos e talheres. O importante não é só o paladar, mas a origem dos produtos que estão na mesa”, afirmou.

Durante o encontro, o gerente-geral da Caixa Econômica Federal, Anísio Ciscoto, apresentou as linhas de crédito da CEF para o setor gastronômico. A coordenadora da Assessoria Técnica da Federação da Agricultura e Pecuária de Minas Gerais (Faemg), Aline Veloso, falou sobre as diretrizes do Sistema Faemg e sobre as possibilidades de ampliação da parceria com a Frente da Gastronomia Mineira.

Também participaram da reunião o presidente da CDL-BH, Bruno Falci

Ampliação dos debates

A partir de requerimento do deputado Agostinho Patrus Filho, no dia 18 de agosto, terça-feira, será realizada audiência pública para discutir os mecanismos de incentivo à gastronomia mineira. O debate será realizado às 15 horas, na Assembleia Legislativa de Minas.

Fonte: Assessoria de Comunicação da ALMG