Notícias -

Mercado vê inflação e juros menores em 2016

Apoio ao Comércio


De acordo com dados relativos ao índice Nacional de Preços ao Consumidor (IPCA), a expectativa para este ano, recuou pela sétima semana consecutiva, de 7,08% para 6,98% de aumento, ficando abaixo da marca de 7% pela primeira vez desde Janeiro. Apesar de a projeção seguir acima do intervalo de meta para inflação estipulada em 6,5%, é considerável o resultado obtido.


A expectativa para 2017 também caiu, pela terceira vez, de 5,93% para 5,80% afastando-se um pouco mais do teto definido para o calendário, de 6%.


Quanto à taxa de juros, atualmente em 14,25%, espera-se um recuo para 13,75% até o fechamento de 2016.


Atividade


Enquanto as expectativas de inflação e juros melhoram, as previsões para a atividade econômica segue em queda. As estimativas para o desempenho do Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro apontam queda de 3,88%, ante recuo de 3,80% previsto antes. A produção industrial do período deve cair 5,80%, em vez de 5,60%. Para 2017, a expectativa é de um crescimento de apenas 0,20%, e não de 0,30% como previsto antes. A estimativa para o aumento da produção industrial foi mantido em 0,69%.


Fonte:  Valor Econômico – Editado