Notícias -

Operação Trânsito Melhor

Apoio ao Comércio

O presidente do Conselho Regional CDL Hipercentro, Jonísio Lustosa, recebeu o presidente da BHTrans, Ramon Victor César, e diversos representantes de outros órgãos públicos como Polícia Militar e Guarda Municipal para debater sobre as mudanças de trânsito na região central de Belo Horizonte, chamada de Operação Trânsito Melhor.
 
A reunião bimensal do Conselho foi realizada na sede da CDL/BH nesta terça-feira, 17 de março. Lustosa expôs para o representante da prefeitura o anseio que os lojistas da área central temem com as mudanças, e o consequente prejuízo para o comércio. 
 
César explicou que o projeto de mudanças de trânsito no Hipercentro da Capital possui três fases. Iniciado há mais de um ano, ele cita um exemplo das alterações que já foram implantadas, como a mudança realizada na Praça Afonso Arinos, em que a Rua Goiás passou a ser mão única entre a Avenida Álvares Cabral e Rua Guajajaras. “As mudanças melhoraram enormemente as condições para o pedestre, com melhores passeios, ampliou a circulação e o tempo de passagem”, explica.
 
Um dos locais criticados durante a reunião foram as mudanças no trânsito da área hospitalar, inclusive nas avenidas Carandaí e Prof. Alfredo Balena, com a implantação da mão inglesa. Segundo o Ramon Víctor César, houve no primeiro momento de mudança uma ansiedade das pessoas até o período de acomodação.  “Hoje a área é uma prova das melhorias no trânsito, só quem mora na periferia sabe o quanto era difícil acessar a região hospitalar. Agora com o MOVE a pessoa paga somente uma passagem e faz a transição do seu ônibus original para aquele que leva até a área hospitalar”, justifica.
 
Segundo César, entre os objetivos que o projeto busca é priorizar a segurança do pedestre e a fluidez do transporte coletivo, oferecer boas alternativas para o tráfego de quem passa pelo Hipercentro, com o menor percurso possível e agilizar a saída do fluxo de pessoas do hipercentro no final do dia. Além disso, ele explica que ao longo dos anos, o único foco foi oferecer mais fluidez no trânsito e o tempo de passagem dos pedestres foi sendo perdido. “Precisamos dar mais tempo para as pessoas passarem nas lojas do hipercentro”.   
 
Um grande diferencial das obras da Operação Trânsito Melhor é que elas são financiadas pela Agência Francesa de Desenvolvimento (AFD), devido a contribuição para melhoria da qualidade do ar. “Em Belo Horizonte, como não temos grandes indústrias, o maior poluidor é o transporte público e isso dará uma contribuição enorme”, fala César. Ao todo, a obra obteve um financiamento de R$ 50 milhões por meio do Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG).
 
Clique AQUI e confira detalhes sobre a Operação Trânsito Melhor
 
 
 
Vice-presidente da CDL/BH assume Regional Centro-Sul
 
Durante a reunião do Conselho Regional CDL Hipercentro, o presidente da BHTrans, Ramon Victor César, anunciou que o Vice-presidente de Relações Públicas e Sociais da CDL/BH, Marcelo de Souza e Silva, assumiu o comando da Secretaria de Administração Regional Centro-Sul. “O prefeito Márcio Lacerda percebeu que o Marcelo tem o perfil muito adequado para isso, conhece muito bem a região e irá contribuir muito, pois esta secretaria tem um trabalho fundamental para o desenvolvimento de Belo Horizonte”, afirmou César.
 
O novo secretário da Regional Centro-Sul lembrou que esta na CDL/BH há 25 anos e há dois na Prefeitura de Belo Horizonte (PBH) e que isso será importante para criar essa interlocução positiva para o setor empresarial. “Meu objetivo a frente da secretaria é fazer essa grande interlocução com reuniões pró-ativas, temas pertinentes. Um deles é referente as manifestações para que não fechem as vias e atrapalhem o trânsito”, expos Silva.
 
Braúlio Filgueiras
Comunicação e Marketing