Notícias -

Prefeitura lança nova versão do Plano Estratégico BH 2030 e amplia metas

Apoio ao Comércio

O presidente da CDL/BH, Bruno Falci, participou nesta quarta-feira, 08 de junho, do lançamento do Plano Estratégico BH 20130, da Prefeitura de Belo Horizonte (PBH). O evento ocorreu na sede da PBH, no Centro, e contou com a participação do Prefeito, Márcio Lacerda, além de secretários municipais, presidentes e diretores de autarquias da PBH, autoridades, entre outros.


 


A CDL/BH contribuiu para a construção do Plano, por meio de sua participação no Fórum de Assuntos Estratégicos, grupo composto por cidadãos belo-horizontinos de diversas formações e de reconhecida capacidade em suas respectivas áreas de atuação. O Plano é um marco de referência que servirá de proposta para o futuro e estará à disposição da população e das próximas administrações.


 


O novo Plano Estratégico traz sete desafios, 43 metas e 36 estratégias. Com as transformações observadas nas conjunturas local, nacional e mundial nos últimos anos, ficou evidenciada a importância de submeter o plano a uma nova revisão, bem como de ampliar os desafios. “O plano foi atualizado para que novas metas fossem superadas”, disse o prefeito Marcio Lacerda. Está previsto que mais de dois terços dos objetivos seja atingido até o final deste ano. “As cidades são locais de grandes desafios. Os gestores públicos, em parceria com a população, têm a capacidade e a obrigação de construir um futuro melhor e trabalhar para que esse sonho seja realizado”, completou.


 


Desenvolvido ao longo de 2009 e submetido à revisão em 2010, o Plano Estratégico foi balizado por uma visão de futuro e reúne metas ousadas, mas realistas, tendo como meta um horizonte construído em torno de desafios, oportunidades, identificação e antecipação de tendências. No decorrer de 2015, após diversas reuniões entre poder público e representantes da sociedade civil, foi elaborada essa nova versão, com cortes, acréscimos e, principalmente, uma configuração atualizada e mais encorpada, sem alterar seus propósitos originais.


 


“A estrutura das cidades muda constantemente e é preciso planejar para enfrentar os desafios. Uma cidade precisa se desenvolver de forma harmônica, procurando avançar simultaneamente em todos os setores. E, para isso, ela precisa de boa infraestrutura de transporte, saneamento, energia e bons indicadores sociais nas áreas da Saúde, Educação e Políticas Sociais, por exemplo. São diversos fatores que precisam ser trabalhados”, salientou Marcio Lacerda.


 


Clique AQUI e confira o conteúdo completo do Plano.


 


Fonte: Portal da PBH