Notícias -

Segurança no Belvedere

Apoio ao Comércio

O presidente da CDL/BH, Bruno Falci e o vice-presidente da CDL Jovem, Renato Caetano, participaram na quinta-feira (06), na Paróquia Nossa Senhora da Rainha, da reunião para discutir a falta de segurança no bairro Belvedere, região Centro-Sul de Belo Horizonte.

Segundo a pesquisa de opinião feita com os associados da CDL/BH, a falta de segurança é apontada por 33% dos empresários da capital como a principal dificuldade encontrada para o exercício de suas atividades nas regiões onde atuam e a sensação dos comerciantes do bairro Belvedere não é diferente. Durante a reunião, foram apresentados depoimentos de moradores e comerciantes que se sentem inseguros diante de toda a violência.

Para Bruno Falci, a sociedade deve se mobilizar para cobrar do poder público serviços eficientes em relação não só à segurança, mas também saúde, educação, mobilidade, etc. Segundo ele “o governo é apenas um administrador do dinheiro da população, pago por meio dos impostos, e deve oferecer serviços públicos de qualidade com estes recursos”.

Durante a reunião, o Vereador Marcelo Aro, apresentou alguns encaminhamentos, resultados de audiência pública realizada em 27 de maio sobre o mesmo tema. De acordo com Aro, foi realizada reunião com o Secretário de Estado do Governo, Danilo de Castro, solicitando o aumento do efetivo policial no bairro e instalação de posto móvel da Polícia Militar. Esteve também em reunião com o Secretário Municipal de Governo, Josué Valadão, no qual houve o compromisso para a instalação, no segundo semestre, de 15 câmeras de vídeo monitoramento, aprovadas no Orçamento Participativo de 2011, maior presença da guarda municipal nas praças, iluminação das ruas e podas de árvores.

Foi criada uma comissão para definir os próximos passos do movimento por maior segurança na região.