Notícias -

CDL/BH participa da inauguração do Centro de Referência em Segurança Alimentar

Atuação Social

O presidente da CDL/BH, Bruno Falci, esteve presente na inauguração do Centro de Referência em Segurança Alimentar e Nutricional Sustentável (Cresans) nesta quarta-feira, 11 de novembro, no bairro Padre Eustáquio. O evento foi realizado pela Prefeitura de Belo Horizonte, por meio da Secretaria Municipal Adjunta de Segurança Alimentar e Nutricional. Na ocasião, o prefeito, Márcio Lacerda, instituiu o Fórum Municipal de Abastecimento e Segurança Alimentar de Belo Horizonte (Fomasa), o qual a CDL/BH faz parte.
 
O Cresans é um espaço de integração da política de Segurança Alimentar e Nutricional (SAN), onde se realizam projetos, ações, cursos, doação simultânea de alimentos, mobilização e educação alimentar e nutricional, qualificação profissional e formação técnica, pesquisa e extensão.
 
É também no Cresans que funciona o Banco de Alimentos, que atua no recebimento de doações de alimentos que perderam seu valor comercial, mas que ainda estão adequados para o consumo. Por meio de parcerias com sacolões, supermercados e empresas, os alimentos são recebidos, selecionados, embalados e distribuídos gratuitamente a instituições sem fins lucrativos que produzem e distribuem refeições gratuitamente a pessoas em situação de vulnerabilidade social.
 
Atualmente, cerca de 3.500 pessoas são beneficiadas pelo Banco de Alimentos, por meio de quarenta instituições cadastradas no programa, que recebem em média 20 toneladas de alimentos por mês. São frutas, verduras, legumes, alimentos não-perecíveis em geral, como cereais, grãos, laticínios e enlatados, além de materiais de higiene pessoal e limpeza.
 
Alimentação como prioridade – Belo Horizonte tornou-se referência nessa área para outros municípios em âmbito nacional e internacional, compartilhando projetos, desafios e soluções para transformar o futuro de forma sustentável, tendo a alimentação como uma prioridade da agenda política. As ações desenvolvidas nessa área na capital estão em sintonia com as diretrizes da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura (FAO), bem como com as recomendações do Pacto de Milão, do qual Belo Horizonte é a única cidade brasileira signatária.
 
 
Criação do Fórum Municipal de Abastecimento e Segurança Alimentar – Fomasa
 
Formado por representantes do poder público e de entidades da sociedade civil, entre elas a CDL/BH, o Fórum visa assegurar a participação dos agentes de produção e de comercialização, na formulação do planejamento e no acompanhamento da execução da política de abastecimento municipal.
 
Trata-se de um ente colegiado político-institucional, permanente, consultivo e de assessoramento. Tem como atribuições, por exemplo, propor ações de desenvolvimento do sistema de abastecimento; opinar sobre propostas, planos, projetos e programas destinados a estimular o desenvolvimento econômico e social do setor; propor prioridades; atuar na viabilização da obtenção de recursos; estimular o cooperativismo e o associativismo.
 
O secretário municipal adjunto de Segurança Alimentar e Nutricional, Marcelo Lana, que será o secretário geral do Fórum, afirma que esta iniciativa contribuirá para o planejamento do abastecimento da capital. “O Fórum poderá atuar de forma estratégica ou emergencial para corrigir eventuais desequilíbrios e propor ações de reestruturação de programas já existentes, sempre visando ampliar a oferta e o acesso da população aos alimentos”, explica.
 
 
Fonte: Portal PBH