Notícias -

Diversas demandas que afetam a Savassi

Atuação Social

O presidente do Conselho Regional CDL Savassi, Alessandro Runcini, lojistas, e moradores pontuaram diversas demandas que afetam cotidianamente a região da Savassi. Quem ouviu e respondeu os questionamentos foi o novo secretário de administração da Regional Centro-Sul da Prefeitura de Belo Horizonte (PBH) e vice-presidente da CDL/BH, Marcelo de Souza e Silva. 
 
As demandas foram apresentadas durante a reunião do Conselho Regional CDL Savassi, realizada nesta segunda-feira, 27 de abril, na CDL/BH.
 
Confira abaixo algumas das principais demandas pontuadas por Runcini e as respostas do secretário as diversas demandas que os comerciantes e moradores elencaram como prioritárias e que afetam o dia a dia da região.
 
 
1 – Ampliação do Adote o verde:
 
Segundo o secretário, será dado maior dinamismo para o adote o verde. Ele sugeriu ao Prefeito Márcio Lacerda que seja criado um evento bimensal para agraciar aqueles que adotam áreas verdes na Capital. Além disso, estão sendo estudadas cercas eficazes e baratas para proteção das mudas de árvores na Savassi.
 
2 – Funcionamento das Fontes:
 
O pedido é que as fontes fiquem ligadas no horário de 9h da manhã às 11h da noite. O secretário disse que irá confirmar, mas acredita que as fontes já estão permanecendo ligadas no horário citado.
 
3 – Ampliação da coleta seletiva de lixo:
 
A atenção sobre este ponto se refere ao grande número de bares e restaurantes que colocam lixo na rua fora do horário de coleta programado. O secretário afirmou que será feita uma ação de identificação para entender o motivo desta atitude dos comerciantes.
 
4 – Recapeamento de vias:
 
Marcelo de Souza disse que existe um saldo financeiro na regional Centro-Sul para recapeamento de vias. Ele solicitou que os comerciantes e moradores apontem os locais críticos, que necessitam de recapeamento, e passem para a CDL/BH, que vai reunir tudo e encaminhar para a regional Centro-Sul.
 
5 – Consertos de calçadas:
 
Segundo Marcelo de Souza, a PBH está estudando uma forma de simplificação da manutenção das calçadas para que facilite para os proprietários dos imóveis da Capital. Ele também afirmou que locais onde as calçadas estão deterioradas e os imóveis estão abandonados, a PBH irá fazer a manutenção desses passeios para não prejudicar os pedestres.
 
6 – Feira de Flores: 
 
A licitação já foi finalizada para a implantação da feira na Savassi.
 
7 – Segurança: 
 
O secretário informou que um acordo esta sendo firmado com a Guarda Municipal para que a partir de maio dois guardas municipais fiscalizem a Savassi. Haverá um reforço e requalificação das câmeras do Olho Vivo instaladas na região.
 
8 – Moradores em situação de rua:
 
Uma ação modelo será realizada na Praça da Liberdade com os moradores em situação de rua. O objetivo é que seja criada uma instrução normativa para que balize as ações da PBH para as demais regiões.
 
9 – Eventos: 
 
“É necessário criarmos critérios e regras para a realização dos eventos realizados na Savassi”, afirmou o secretário após ouvir de Runcini, que os eventos precisam ser analisados antes de serem aprovados.
 
10 – Iluminação:
 
Depois da reclamação que diversos pontos da Savassi estavam com iluminação precária, o secretário prometeu verificar junto a PBH os pontos críticos para a troca de lâmpadas.
 
11 – Ambulantes:
 
Será feito um reforço na fiscalização para apreensão dos produtos comercializados.
 
12 – Quarteirões temáticos
 
Runcini pediu para que seja avaliada a possibilidade de criações de eventos temáticos nos quarteirões fechados da Savassi, de acordo com o perfil de cada quarteirão. Um exemplo seria eventos gastronômicos no quarteirão fechado da rua Antônio de Albuquerque, onde estão localizados alguns restaurantes como o Baiana do Acarajé. Marcelo de Souza prometeu avaliar junto a PBH a possibilidade da realização destes eventos.
 
Festa Italiana
 
Falando-se em eventos culturais, a 9ª edição da Festa Italiana também foi uma das pautas da reunião do Conselho Regional CDL Savassi. Representantes da Associação Cultural Ítalo-brasileira de Minas Gerais (Acibra-MG) apresentaram os detalhes da festa que será realizada este ano no dia 31 de maio, na avenida Getúlio Vargas, entre as ruas Professor Moraes e Tomé de Souza.
 
A festa é considerada a maior com tema italiano fora da Ítalia e este ano promete mais uma vez reunir milhares de pessoas. Barracas de comidas típicas e bebidas, espaço infantil, exposição de automóveis, banda da Polícia Militar de Minas Gerais (PMMG), artistas musicais, danças folclóricas são alguns das atrações confirmadas para o evento, que tem como tema a feira Expo Milão 2015. 
 
A Festa Italiana, como todos os anos, é aberta a todos os públicos e a entrada é mediante um quilo de alimento não perecível. 
 
Bráulio Filgueiras
Comunicação e Marketing da CDL/BH