Notícias -

Frente da Gastronomia Mineira comemora um ano de trabalho em prol da cozinha de Minas

Atuação Social

Em comemoração do Dia da Gastronomia Mineira, celebrado no dia 5 de julho, e do primeiro aniversário da Frente da Gastronomia Mineira, foram homenageados, na última segunda-feira (6/07), pessoas e instituições que, no último ano, contribuíram para o engrandecimento e valorização da cadeia gastronômica de Minas Gerais.

Dentre os homenageados estão Leonardo Paixão, premiado pela Revista Quatro Rodas como Chef Revelação do Brasil 2014; Ivo Faria, fundador do Vecchio Sogno Ristorante, eleito Melhor Restaurante de BH 2014, também pela Quatro Rodas; Rodrigo Ferraz e Rusty Marcelini, contemplados com o prêmio Gourmand 2015, além de produtores e empresários que se dedicaram na criação das melhores cervejas artesanais, cachaças e cafés, todos certificados, no último ano, por premiações nacionais e internacionais.

Recentemente, o queijo canastra “Estância Capim Canastra” recebeu a medalha de prata do prêmio francês “Mondial de Fromage de Tours” e o produtor Guilherme Ferreira recebeu o certificado de reconhecimento da Frente pela dedicação à produção dessa iguaria. Patrícia Souto Mayor e Clésio Barbosa, também premiados pelo Gourmand 2015 devido à publicação do livro “Minas Gerais – Fazendas Sabores do Leite” também estão entre os homenageados.

Para o coordenador da Frente, deputado Agostinho Patrus Filho, a gastronomia de Minas merece ser reverenciada e, para isso, nada melhor do que homenagear os principais responsáveis por elevar o nome da culinária mineira.

“A gastronomia de Minas deve ser cada dia mais reconhecida, além das nossas fronteiras e temos pessoas e instituições que lutam e trabalham com este objetivo. Por isso, a Frente da Gastronomia Mineira saúda, agradece e enaltece esses profissionais que, com criatividade e determinação, lutam pela valorização do setor. Obrigado a todos que contribuem para fazer de Minas Gerais o Estado da gastronomia”, ressalta Agostinho Patrus.

O presidente da CDL/BH, Bruno Falci, afirmou que, ano após ano, Minas Gerais ganha um novo atrativo turístico. “A gastronomia mineira vem conquistando milhares de admiradores. O turista que vem às Minas Gerais tem a gastronomia como uma das principais referências do estado”, disse Falci. Apesar disso, ele alertou que o poder público precisa dar atenção especial a gastronomia local, inclusive com redução de ICMS, para gerar competitividade frente a estados como São Paulo e Rio de Janeiro. 

União e defesa

Há exatamente um ano, foi criada a Frente da Gastronomia Mineira, uma aliança entre profissionais e instituições ligados aos diversos setores da gastronomia, para desenvolver, em conjunto e voluntariamente, ideias e atividades que promovam nossa gastronomia.

A Frente nasceu a partir da constatação de que existiam no Estado diversas iniciativas sendo realizadas – todas de grande relevância – sem, contudo, haver a necessária conexão entre elas. Observou-se que, ao articulá-las em um trabalho em rede, não só melhores resultados seriam colhidos, como acarretaria significativa economia de recursos financeiros e humanos.

Trata-se de um grupo formado por entidades como o Sebrae, CDL-BH, Sistema Fecomércio Minas, Sesc e Senac, secretarias de Estado de Turismo, de Cultura e de Desenvolvimento Econômico (Exportaminas), Associação Mineira da Gastronomia (AMiGa), Prefeitura de BH (Belotur), Abrasel-MG, além de instituições acadêmicas, pesquisadores, produtores, chefs de cozinha e tantos outros de igual importância.

Como instância de articulação, a Frente apoia, defende, estimula as causas da gastronomia e luta para incluir o tema na agenda das políticas públicas formuladas e executadas em Minas Gerais. É neste fórum participativo que são identificadas oportunidades de desenvolvimento e meios de valorização e difusão de toda a cadeia produtiva da cozinha mineira. Cada participante da Frente tem a responsabilidade de ser um facilitador na solução dos problemas junto aos poderes constituídos e trabalham permanentemente para fazer de Minas Gerais o melhor destino gastronômico brasileiro.

Fonte: www.turismo.mg.gov.br