Em que posso ajudar?

WhatsApp
Notícias -

Presidente Bruno Falci é homenageado com troféu pelo Lions Clube

Atuação Social

Administrar uma empresa com mais de um século de existência e com relevante participação na vida comunitária é motivo de orgulho e merecedor de homenagem. É por isso, que a Casa Falci com 108 anos de tradição foi uma das empresas homenageadas com o Troféu Centenário, durante as comemorações do centenário de fundação do Lions Clube Internacional.

O presidente da CDL/BH, Bruno Falci, que também é proprietário da empresa Casa Falci, recebeu a homenagem do Lions Clube no dia 22 de fevereiro no Teatro Sesiminas. Além da Casa Falci, foram homenageadas outras organizações de diferentes setores com relevantes serviços prestados à sociedade.

Ao receber o Troféu Centenário no palco da cerimônia, Falci agradeceu a homenagem do Lions Clube e o reconhecimento à importância de todas as instituições centenárias para o progresso do país.

Ele ainda relembrou a história da Casa Falci que se confunde com a história de Belo Horizonte. “A Casa Falci esteve presente na construção dos mais significativos marcos da capital e do Estado de Minas Gerais, como o Pirulito da Praça Sete, o prédio da Rede Ferroviária Federal na Praça da Estação, o Conjunto Arquitetônico da Pampulha e até o Grande Hotel de Araxá”, relembrou.

O presidente citou também que a Casa Falci foi pioneira ao realizar importações diretamente de empresas na Alemanha, Espanha e Inglaterra sem passar pelo eixo Rio-São Paulo. Em 1936, o pai de Bruno Falci, Renato Falci, já a terceira geração da família a frente da empresa, além de dar um impulso comercial na empresa também a direcionou para a comunidade. “Ele foi um dos responsáveis por incentivar a criação da CDL/BH e de várias outras iniciativas e atividades com o mesmo espírito”, destacou o presidente.

Bruno Falci falou para os presentes na cerimônia que muitos o perguntam qual a fórmula para da Casa Falci para se manter no mercado por 108 anos. “De fato não é fácil. Um estudo recente da Fundação Dom Cabral apontou que, a cada 100 empresas familiares fundadas no Brasil, somente 4% delas chegam à quarta geração”. Apontou.

Ele ainda lembrou que a Casa Falci passou por diversas crises econômicas, diversos presidentes, mudanças de moedas e até mesmo duas grandes Guerras Mundiais. “Conseguimos sobreviver porque em cada momento da história soubemos nos reinventar. Enxergamos as crises e dificuldades como oportunidades para sairmos da zona de conforto e mudarmos nosso direcionamento para o caminho da criatividade e inovação e não só em contribuir para o nosso próprio negócio, mas para o desenvolvimento social e econômico da cidade”, concluiu o presidente.

Bráulio Filgueiras
Comunicação e Marketing

Publicações similares

Atuação Social
4 de outubro de 2023
FUNDAÇÃO CDL-BH É HOMENAGEADA PELOS 37 ANOS DE ATIVIDADE

A Fundação CDL-BH, braço social da Câmara de Dirigentes Lojistas de Belo Horizonte (CDL/BH), recebeu nessa …

Atuação Social
4 de outubro de 2023
COM 245 MUNICÍPIOS ATENDIDOS, CAMPANHA SOS CHUVAS 2022/2023 AJUDOU MAIS DE 43 MIL PESSOAS EM MINAS GERAIS

Mais de R$ 1,5 milhão em recursos foram disponibilizados por meio de cartões humanitários. Doações para a …

Atuação Social
2 de outubro de 2023
ARTIGO – O PRIMEIRO PASSO PARA LIVRAR AS RELAÇÕES DE CONSUMO DE ATOS RACISTAS

Marcelo de Souza e Silva Presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas de Belo Horizonte (CDL/BH) No …

Atuação Social
21 de junho de 2023
CASA DE ACOLHIMENTO ESPERANÇA IV, NO BAIRRO CÉU AZUL, GANHA BRINQUEDOTECA

Objetivo é democratizar o acesso às atividades lúdicas entre crianças em situação de violência de direitos …