Gastos extras para o comércio, bares e restaurantes


O Deputado Estadual Paulo Lamarck atendeu ao pedido da CDL/BH e da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes - Abrasel/MG e paralisou o projeto de Lei nº 13.317 para adaptações. O objetivo é que haja alteração no projeto e seja retirada o setor de comércio, bares e restaurantes de todo o estado de Minas Gerais da lista de estabelecimentos que seriam obrigados a desembolsar aproximadamente R$17.000,00 na adequação de seus banheiros com dispositivos acionados por sensor e/ou pés.
 
O projeto de lei, que tramita na Assembleia Legislativa de Minas Gerais, propõe a alteração do Código de Saúde do Estado de Minas Gerais, obrigando todos os estabelecimentos que dispõem de banheiros de uso público individuais e coletivos a adaptarem  suas instalações com torneiras, porta-papel, dispensadores de sabão, válvulas de descarga e portas de entrada principal com sistemas que dispensem o uso das mãos pelo usuário. 
 
No caso da porta de entrada principal dos banheiros, o projeto de lei propõe a execução de soluções arquitetônicas com paredes paralelas que assegurem os mesmos efeitos do ponto de vista do controle dos riscos de contaminação dos usuários, ou seja, não possuir qualquer obstáculo que necessite de maçaneta (fechadura) para o acesso.
 
O assessor institucional da CDL/BH, Edilson Cruz, e os representantes da Abrasel/MG se reuniram com o Deputado Estadual Paulo Lamac para apresentar os argumentos do setor de alimentação fora do lar e do comércio em geral em relação à proposta. As principais alegações foram o alto custo de atendimento, as rígidas normas sanitárias atuais, a baixa durabilidade dos produtos acionados por sensor e a importância da conscientização da população para a importância de se lavar as mãos corretamente após o uso dos sanitários.
 
Totalmente aberto ao diálogo, o Deputado Estadual Paulo Lamac esclareceu que o projeto não tinha a intenção de atingir os bares, restaurantes e pequenas empresas do comércio, reafirmou o seu apoio ao setor e se comprometeu a barrar a tramitação e reformular o projeto de lei que já havia sido aprovado pelas comissões, e na votação em plenário no 1ª turno teve 47 votos a favor do projeto e 0 votos contra.
 
Fonte: Abrasel/MG

Notícias Recentes

Em evidência no clipping de hoje, Congresso Infovarejo CDL/BH será online, no dia 8 de julho
01/07/2020 - CDL na Mídia
Saiba mais sobre este e outros dos assuntos mais comentados na mídia nesta quarta-feira, 01 de julho
BH retorna à fase zero de flexibilização do comércio. Opinião da CDL/BH sobre o retrocesso está entre os destaques do clipping de hoje
01/07/2020 - CDL na Mídia
Confira os temas em evidência na mídia nesta segunda-feira, 30 de junho
Governo de Minas Gerais concede reparcelamento de saldo de crédito tributário
01/07/2020 - Apoio ao Comércio
Decreto Estadual 47.996/2020 estabelece, em caráter excepcional, a possibilidade de reparcelamento de saldo remanescente de crédito tributário com os benefícios previstos no Programa Regularize.

Notícias mais Populares

Seja um Associado »

Nossos Produtos

Assistência ao Consumidor Assessoria gratuita nas relações entre consumidor e lojista
Enriquecimento de Banco de Dados É um tratamento feito na sua base de dados para atualizar as informações e eliminar os registros incorretos ou duplicados.
Compra de Mailing São listas personalizadas e segmentadas de acordo com perfil desejado para suas campanhas de marketing e outras finalidades

... Carregando...