Portas abertas para o desenvolvimento

Eventos CDL/BH

Não há como negar que o país está passando por um período de instabilidade econômica. A elevação do custo de vida está corroendo o poder de compra dos consumidores. E os juros elevados estão dificultando o acesso das famílias ao crédito. Mas o comerciante não desanima. Ele arregaça as mangas e determinado, trabalha com otimismo visando boas expectativas para seus negócios. Pois como diz a música, quem sabe faz a hora e não espera acontecer.

Mas não é só a economia que gera impactos nos setores de comércio e serviços. Os problemas que permeiam a cidade também os afetam. Assim como o cidadão, os empresários também sentem na pele o peso dos impostos, que emperram o desenvolvimento dos seus negócios. A insegurança que ronda a cidade também assombra empresários, funcionários e afasta consumidores dos centros comerciais. Entre outros problemas estão a concorrência desleal com o comércio informal e os problemas da mobilidade urbana que dificultam o acesso às lojas e, retardam o progresso que tanto almejamos.

Mesmo tendo que enfrentar todos esses obstáculos diariamente, o comerciante não se deixa abalar. Pois ele acredita e trabalha para dias melhores. E assim ele abre as portas de suas lojas todos os dias com a certeza de que hoje será melhor que ontem. E para que isso aconteça, ele não poupa esforços. Afinal, uma das suas características mais importantes é a capacidade de resistir aos momentos mais turbulentos.

 

E sem a colaboração dos comerciantes, nenhum bairro, município, estado ou país pode crescer. Em Belo Horizonte a história não é diferente. Vocação natural da cidade, o comércio junto com o setor de serviços é responsável por mais de 70% do Produto Interno Bruto (PIB) da capital. Aqui existem quase 70 mil empresas dos segmentos na capital, que empregam mais de 1,1 milhão de pessoas. Em Minas Gerais, o número de trabalhadores ultrapassa os 3,5 milhões. E conforme dados do Ministério do Trabalho, em âmbito nacional, os setores respondem por mais de 36 milhões de postos de trabalho.

Há 56 anos, a Câmara de Dirigentes Lojistas de Belo Horizonte (CDL/BH) se orgulha em fazer parte da história dos setores de comércio e serviços de Belo Horizonte. Para homenagear esses empresários, que são sinônimos de desenvolvimento, a entidade, promove neste ano a segunda edição da “Medalha 16 de Julho”.

A homenagem que marca as comemorações do Dia do Comerciante, celebrado no dia 16 de Julho, será entregue a 27 empresários das nove regionais da capital, escolhidos por votação de empresários da região, que se destacaram por sua perseverança, inovação e liderança. Para a definição dessas categorias, a CDL/BH levou em consideração características essenciais para um bom comerciante. Pois sabemos que só quem tem perseverança consegue resistir às mais diversas dificuldades. Somente quem lança mão da inovação vence desafios com criatividade. E apenas aquele empresário que exerce com sua liderança seu ofício, é capaz de motivar outros comerciantes na busca por um comércio cada dia melhor e mais forte.

 

Bruno Falci
Presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas de Belo Horizonte (CDL/BH)

Notícias Recentes

Últimos dias para participar da campanha de Natal da CDL/BH que vai distribuir R$ 100 mil em prêmios
18/12/2018 - CDL na Mídia
Consumidor tem até 28 de dezembro para se cadastrar e concorrer a um carro e dez motos
Consumidores estão cautelosos na hora de ir nas compras-12h15
17/12/2018 - CDL na Mídia
Leia as principais notícias deste sábado, 15 de dezembro

Seja um Associado »

Nossos Produtos

Compra de Mailing São listas personalizadas e segmentadas de acordo com perfil desejado para suas campanhas de marketing e outras finalidades
Cliente Espião Saiba qual a percepção os clientes têm da sua loja
Garantia de Cheques A análise de crédito mais completa do mercado para você vender com segurança

... Carregando...