Tempo de compartilhar as contas

Indicadores CDL/BH

Devido ao atual cenário econômico de inflação alta, juros elevados e aumento do desemprego, manter o equilíbrio das contas se tornou uma tarefa difícil. Como estratégia para fechar o mês no azul, muitas famílias têm adotado a divisão das despesas entre os moradores da casa. Uma pesquisa da Câmara de Dirigentes Lojistas de Belo Horizonte (CDL/BH) mostrou que 54,8% dos belo-horizontinos compartilham os compromissos financeiros com os outros membros da família. Os que assumem todos os pagamentos somam 23,1%. Enquanto isso, 20,4% dos entrevistados não participam dessa divisão, deixando a responsabilidade somente para os outros moradores da casa.

A pesquisa da CDL/BH mostrou também que são os idosos e os jovens os que mais compartilham a reponsabilidade das despesas com os outros membros da família, conforme 60,0% de cada uma das classes entrevistadas. A justificativa para esse comportamento entre os consumidores acima dos 65 anos é que a renda deles têm se tornado cada dia mais indispensável para a manutenção dos lares. Apesar de reduzida, a aposentadoria é uma renda garantida dentro das famílias. Além disso, a facilidade desse público para recorrer a empréstimos consignados acaba auxiliando na hora do pagamento das contas da casa.

A participação de 60,0% dos jovens na divisão do pagamento das contas da casa é um dado que também merece destaque. Pois mesmo que a renda desses consumidores seja menor, ela contribui e muito, para a manutenção das despesas familiares. Pois no atual cenário, qualquer contribuição é importante para se evitar o endividamento. Mas embora o índice de jovens que dividem as contas seja alto, 32,5% dos entrevistados não arcam com nenhum compromisso em casa. E o motivo para isso é que boa parte dessas pessoas ainda não conseguiu sua inserção no mercado de trabalho, por isso seus compromissos financeiros precisam ser arcados por outros familiares.

O levantamento da CDL/BH mostrou também que enquanto 57,9% das mulheres compartilham as despesas da casa, 30,8% dos homens assumem essa responsabilidade sozinhos. Tal índice demostra a diferença salarial que ainda existe entre os gêneros. Afinal, ao ganharem mais os homem acabam tendo mais condições financeiras para quitar todas as despesas da casa.

Em síntese, esses dados mostram como o consumidor está encontrando dificuldades para equilibrar suas receitas e despesas, tendo em vista que a piora dos indicadores econômicos está afetando a renda das famílias. Mas em contrapartida, o consumidor tem lançado mão de estratégias, como a divisão das contas, para organizar o orçamento. Na atual conjuntura, o ideal é que todos os membros da casa contribuam com a quitação das despesas, cada um conforme sua capacidade financeira. Dessa forma, honrar todas as contas e evitar a inadimplência fica mais fácil.
 

Bruno Falci
Presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas de Belo Horizonte (CDL/BH)

Notícias Recentes

Varejo Inteligente
21/09/2018 -
Leia as principais notícias desta sexta-feira, 21 de setembro.
O número de belo-horizontinos com dívidas atrasadas aumentou 0,66%
20/09/2018 -
Leia as principais notícias desta quinta-feira, 20 de setembro.
Inscrições prorrogadas para a 7ª edição do Prêmio CDL-BH de Jornalismo
19/09/2018 -
Leia as principais notícias desta quarta-feira, 19 de setembro.

Notícias mais Populares

Vistas
Recomendadas
Compartilhadas

Seja um Associado »

Nossos Produtos

Garantia de Cheques A análise de crédito mais completa do mercado para você vender com segurança
Espaço para eventos Três amplos salões e um auditório com 300 lugares para a realização de qualquer tipo de evento
Consultas Confirme os dados cadastrais e a análise de crédito de consumidores, empresas e grupos econômicos de todo o país

... Carregando...