Inovar para evoluir e se manter sustentável


No cenário atual, tem sido um grande desafio conseguir se manter no mercado de forma competitiva e rentável. As empresas e os consumidores estão sentindo os efeitos da crise política e econômica vivida nos últimos anos. A retração econômica, a diminuição na renda dos consumidores (queda na renda real de -7,7% segundo o IBGE) e a alta taxa de desemprego (1º tri.17 em 14,5% e 1º tri.16 em 13% de acordo com o IBGE) têm afetado diretamente nos resultados obtidos pelos setores de comércio e serviços. De acordo com levantamento da Câmara de Dirigentes Lojistas de Belo Horizonte (CDL/BH), de janeiro a junho deste ano, as vendas apresentaram decréscimo de -1,25% em relação ao mesmo período de 2016.
 
Nesse contexto é necessária uma mudança de postura por parte de nós, empresários, para vencer os diversos desafios enfrentados pelos setores do comércio e serviços. Todos os dias, uma inovação tecnológica diferente surge, e isso impacta diretamente no ritmo de vida e na preferência de consumo das pessoas.
 
E foi justamente com foco na inovação e em como ela é essencial que a CDL/BH criou um programa para reinventar as práticas e modelo vigente nos setores de comércio e serviços de Belo Horizonte e contribuir com os pequenos negócios, nessa fase de instabilidade da economia. Em parceria com o Sebrae, a entidade desenvolveu, no ano passado, o programa Varejo Inteligente, que está a pleno vapor com a sua segunda edição neste ano.
 
O programa tem como objetivo promover o desenvolvimento de startups que tenham soluções para o setores de comércio e serviços e facilitar o encontro do trabalho delas com os desafios enfrentados pelos empresários, no dia a dia de seus negócios.
 
Este ano o projeto foi aprimorado e já está na fase de diagnóstico das 20 startups selecionadas. Ao todo foram 65 inscritas. As startups terão 10 intensas semanas de trabalho de pré-aceleração que irão prepará-las para atuarem junto ao comércio varejista. As cinco melhores serão incubadas diretamente pela CDL/BH. Nesta etapa, elas receberão acompanhamento periódico da equipe da CDL/BH e mentorias específicas para crescimento do negócio. Além disso, cada uma delas será premiada com R$ 10 mil.
 
A edição 2016 do programa contou com 91 startups inscritas em seis áreas de atuação diferentes, sendo que 40 foram selecionadas. Dessas, 19 entraram com propostas e ideias e 14 concluíram testando sua respectiva solução com potenciais clientes.
 
Os setores de comércio e serviços não podem ficar à margem das novas tendências. Precisamos estar atentos para acompanhar as diversas transformações que o mundo tem experimentado. Se reinventar é imprescindível para conseguir atingir o nosso público, os consumidores. Formas antigas de venda e de negociação não são mais suficientes para fidelizar clientes, afinal eles não são mais os mesmos.
 
O perfil do consumidor mudou, as pessoas têm procurado outras opções de consumo, mais práticas, seguras e ágeis. Elas estão mais exigentes, querem facilidade e comodidade na hora de realizar uma compra ou utilizar um serviço. Tudo isso acompanhado de qualidade e preços atrativos. O que é comprovado pelo número de vendas online no Brasil que cresce em ritmo acelerado. No primeiro semestre de 2017, o e-commerce faturou cerca de R$ 21 bilhões. Em outubro de 2016, a Google divulgou uma pesquisa indicando que as vendas pela internet devem dobrar até 2021 e que 41% desse total serão realizadas pelos smartphones. E para acompanhar essa nova dinâmica de negócio precisamos estar convictos de que a inovação é o caminho.
 
Aprimorar e traçar novos destinos para os setores do comércio e serviços de Belo Horizonte tem sido uma busca incessante da entidade. Esperamos que com o apoio do programa, as startups criem soluções inovadoras que otimizem o trabalho das empresas, reduzindo custos e aumentando a lucratividade, tornando-as cada vez mais competitivas. Pois, esse é o intuito da CDL/BH, trabalhar para oferecer soluções e ideias para o comércio e serviços, fomentando junto o desenvolvimento social da cidade.
 

Notícias Recentes

Por não ter sido convertida em lei, medida provisória que alternava a reforma trabalhista perde sua eficácia
26/04/2018 - Legislação e Justiça
No dia 23/04/2018, por não ter sido convertida em Lei, a Medida Provisória (MP) nº 808/2017, que alterava alguns pontos da Reforma Trabalhista (Lei 13.467/2017) caducou, deixando assim de produzir qualquer efeito a partir do fim de sua vigência.
Comércio não abrirá em 1º de maio - 10h21
26/04/2018 -
Leia as principais notícias desta quinta-feira, 26 de abril.
Dia das Mães deve injetar R$ 2,6 bi no comércio da capital
25/04/2018 -
Leia as principais notícias desta quarta-feira, 25 de abril.
Cadastro Positivo
25/04/2018 - Legislação e Justiça
O texto do Projeto de Lei Complementar nº 441/2017, que está em tramitação na Câmara dos Deputados, dentre outras alterações na Lei do Cadastro Positivo, Lei nº 12.414/2011, retira a necessidade de autorização prévia por parte do consumidor para inclusão no cadastro positivo.

Seja um Associado »

Nossos Produtos

Certificação Digital Possibilita comprovar a identidade de uma pessoa ou empresa, permitindo assinatura digital de documentos eletrônicos
Score de Recuperação Saiba qual a probabilidade de seus clientes inadimplentes pagarem a dívida
CDL Saúde Motive sua equipe cuidando de um dos bens mais preciosos da vida, a sua saúde

... Carregando...