Importação é um bom negócio para óticas

Apoio ao Comércio

Empresários do segmento de óticas de Belo Horizonte reuniram-se no dia 21 de outubro, em mais um encontro da Câmara Setorial de Óticas da CDL/BH. O tema do encontro foi a Missão Empresarial realizada por um grupo de dez lojistas no mês de setembro para as cidades de Paris e Milão.
 
Segundo a Jaqueline Lacerda, proprietária da Ótica Express, na Missão Empresarial foi possível identificar fortemente a tendência de internacionalização das empresas, que cada vez mais estão entrando no ramo da importação. “Mercado até então novo nas óticas do Brasil, mas muito promissor”, afirmou. Segundo ela, grande parte das empresas visitadas fornecem seus produtos em suas cidades e também dispõe de um canal para venda para outros países, com condições vantajosas para atacado.  
 
Depois da missão, Jaqueline Lacerda, chegou à conclusão que vale a pena importar. “O preço verificado lá fora é bem mais baixo que o praticado em nosso país”, explicou. “O custo Brasil é muito alto, e diminui muito nossa margem de lucro”, completou. Mas durante a palestra, destacou alguns cuidados que o empresário que deseja importar deve adotar para evitar uma futura dor de cabeça. O primeiro passo é buscar referências dos fornecedores. Deve-se também atentar sobre a segurança nas formas de pagamento e fretes adotados pelo fornecedor. Além de manter-se informado sobre os impostos incidentes sobre esse tipo de transação comercial.
 
De acordo com o presidente da Câmara Setorial de Óticas, Davidson Cardoso, a Missão realizada pela CDL/BH em parceria com o Sebrae Minas cumpriu sua missão de proporcionar aos empresários do setor de ótica de Belo Horizonte uma imersão técnica e cultural em duas das principais cidades europeias de lançamento de novos conceitos.
 
Débora de Oliveira
Assessoria de Imprensa CDL/BH
 

Notícias Recentes

Sua empresa pretende optar pelo simples nacional? Fique atento ao prazo de solicitação
21/01/2021 - Legislação e Justiça
Para as empresas já em atividade, a solicitação de opção pelo Simples Nacional poderá ser feita até 29/01/2021, retroagindo seus efeitos a 01/01/2021.
CDL/BH se reúne com Sebrae Nacional em Brasília para tentar adiamento do Simples Nacional
20/01/2021 -
Entidades estiveram juntas nesta terça-feira, 19, para buscar atenção do governo federal e também traçar programas de auxílio ao micro e pequeno empreendedor

Seja um Associado »

Nossos Produtos

Assistência ao Consumidor Assessoria gratuita nas relações entre consumidor e lojista
Enriquecimento de Banco de Dados É um tratamento feito na sua base de dados para atualizar as informações e eliminar os registros incorretos ou duplicados.
Registro de Inadimplência Uma rede formada por mais de 1 milhão de empresas em todo o país recuperando o crédito para você

... Carregando...