Vamos juntos vencer esta guerra

Apoio ao Comércio

Desde o início da pandemia do Coronavírus, a Câmara de Dirigentes Lojistas de Belo Horizonte (CDL/BH) tem atuado em várias frentes com o objetivo de contribuir para o enfrentamento deste momento dramático que estamos vivendo. Todas as nossas ações até o momento estão focadas com o objetivo de salvar vidas, empresas e empregos.
 
A primeira ação foi uma grande campanha realizada junto ao comércio da capital orientando sobre os métodos e procedimentos a serem adotados para a prevenção da doença. Ainda em meados do mês de março, fizemos uma grande campanha por meio de entrega de material informativo, publicações em redes sociais, envio de email marketing para associados, mensagens de SMS para todo o comércio informando didaticamente sobre as melhores práticas para a prevenção da doença.
 
Foi uma atitude pioneira em Belo Horizonte. Aliás, é importante deixar bem claro que o comportamento da CDL/BH até agora foi o de respeitar todas as recomendações das autoridades de saúde sobre como combater a doença. Respeitando as autoridades constituídas, mas sem qualquer tipo de subserviência.
 
Logo após o anúncio das medidas restritivas para o funcionamento do comércio, a CDL/BH fez uma série de reivindicações, em especial à Prefeitura, solicitando medidas de amparo para reduzir os enormes prejuízos do comércio, que somente na primeira quinzena de março teve uma redução de mais de 2 bilhões de reais no movimento. Muitas destas reivindicações foram atendidas. Ainda faltam outras, mas temos certeza que, com diálogo, bom senso e equilíbrio, seremos capazes de conquistar aquilo que necessitamos.
 
Como exemplo, podemos citar a solicitação para que fosse considerada como atividade essencial o funcionamento das lojas de tecidos e armarinhos, em virtude da enorme demanda pela fabricação de máscaras de pano. Uma semana mais tarde, a Prefeitura determinou a obrigatoriedade do uso de máscaras pela população de Belo Horizonte, o que deve prevalecer a partir da próxima quarta-feira, dia 22.  
 
Tais reivindicações foram feitas no sentir de garantir a sobrevivência das empresas e a manutenção de milhares de empregos. Afinal, o setor de comércio e serviços representa mais de 72% do PIB da capital mineira e emprega mais de um milhão de trabalhadores. Diante dessa realidade, manter empresas e empregos em nossa cidade também significa garantir a boa saúde financeira da Prefeitura, para que ela possa prestar serviços essenciais à população, tais como a distribuição de merenda escolar, funcionamento dos Centros de Saúde, Guarda Municipal presente nas ruas, o serviço de limpeza urbana, entre outros.  
 
Ao mesmo tempo, a CDL/BH teve a mesma postura junto aos governos estadual e federal. Já prevendo uma queda sem precedentes no faturamento das empresas, além da isenção e postergação de muitos tributos e impostos, reivindicamos também linhas de crédito para que estas empresas pudessem ter acesso a financiamentos em condições especiais. Muitas foram anunciadas. Porém, percebemos que as condições estavam muito além da capacidade de pagamento das nossas empresas, além de uma enorme burocracia que, segundo o próprio Ministro Paulo Guedes, estava “empoçando” o dinheiro nos bancos.
 
Fomos ainda mais ousados. No último dia 6 de abril, lançamos a campanha Juro Zero, com o objetivo de sensibilizar governos e bancos para abrirem mãos dos seus lucros nestes tempos de pandemia para reduzir suas margens de lucro nesses financiamentos. Ainda estamos longe de alcançar nosso objetivo principal, mas depois dessa ação promovida pela CDL/BH várias instituições financeiras e o próprio governo já começaram a adotar condições de financiamento mais favoráveis. A campanha já alcançou a adesão de entidades de diversas outras cidades de Minas e do Brasil e tende a crescer ainda mais.
 
Neste momento, quando estamos vendo várias cidades de Minas, do Brasil e do mundo tomarem medidas para a flexibilização gradual da reabertura do comércio, queremos que o mesmo aconteça aqui em Belo Horizonte. A capital mineira precisa estudar já a reabertura gradual do nosso comércio. Reiteramos nossa posição de colaborar efetivamente para que isso aconteça da melhor maneira possível, resguardando vidas, mantendo empresas e garantindo empregos.
 
Com mais de 12 mil associados conquistados voluntariamente, sem a obrigatoriedade de mensalidades imposta por legislações sindicais, A CDL/BH tem ao seu lado um enorme exército que está absolutamente disposto a contribuir para a retomada gradativa do funcionamento do setor de comércio e serviços em Belo Horizonte.
 
Para nós, é falsa a polêmica Saúde versus Economia. Acreditamos que, aliando o respeito à ciência com a sensibilidade às necessidades da população, é possível construir conjuntamente soluções e alternativas para enfrentarmos esta trágica situação.  Não é hora de disputas políticas mesquinhas nem de enfrentamentos ideológicos inúteis. No que couber à CDL/BH, reiteramos a disposição em colaborar efetivamente para encontrarmos estes caminhos. Vamos juntos vencer esta guerra!

Notícias Recentes

Em destaque no clipping de hoje, comércio de BH abrirá 3 dias e fechará nos outros 4
06/08/2020 - CDL na Mídia
Confira os assuntos mais comentados na mídia nesta quinta-feira, 06 de agosto
Reabertura gradual do comércio pode ajudar nas vendas para o Dia dos Pais
06/08/2020 - CDL na Mídia
Além de assessorar os comerciantes para a abertura das lojas físicas, a CDL/BH também oferece suporte para que eles realizem vendas on-line por meio do Clube de Vantagens CDL/BH em Casa, uma plataforma onde os lojistas podem anunciar seus produtos gratuitamente
Reabertura do comércio anunciada pela PBH é destaque no clipping de hoje
05/08/2020 - CDL na Mídia
Saiba mais sobre os temas com maior repercussão na mídia nesta quarta-feira, 05 de agosto

Notícias mais Populares

Vistas
Recomendadas
Compartilhadas

Seja um Associado »

Nossos Produtos

Score de Recuperação Saiba qual a probabilidade de seus clientes inadimplentes pagarem a dívida
Garantia de Cheques A análise de crédito mais completa do mercado para você vender com segurança
Jovens Aprendizes o elo entre os jovens em busca da primeira experiência profissional e empresas socialmente responsáveis.

... Carregando...